Teste de publicidades

BOLSONARO  (De Quinho)

BOLSONARO (De Quinho)


NOTA DE SOLIDARIEDADE DO PT-SP ÀS MULHERES DO PSOL-SP

NOTA DE SOLIDARIEDADE DO PT-SP ÀS MULHERES DO PSOL-SP

O Diretório Estadual do PT-SP se solidariza com as mulheres do PSOL-SP, que tiveram sua plenária estadual invadida pela PM de João Doria na manhã deste sábado, 3, em mais um atentado ao Estado de Direito.

 

Certamente não é ao acaso que uma atividade que cumpre a função prevista na legislação eleitoral brasileira de estimular a participação das mulheres na política seja alvo de uma ação como esta.

 

As mulheres brasileiras, especialmente as mulheres negras, são uma importante força de contenção e denúncia das atrocidades deste governo, já que são elas as principais vítimas dos ataques à seguridade social e às políticas públicas de combate às desigualdades.

 

Em defesa da democracia, da livre organização partidária e pelo direito de organização das mulheres!

 

DIRETÓRIO ESTADUAL DO PT DE SÃO PAULO

 

São Paulo, 3 de agosto de 2019


Sistema Tapacurá é paralisado para manutenção preventiva por 36 horas

Sistema Tapacurá é paralisado para manutenção preventiva por 36 horas

O Sistema Tapacurá, responsável pelo abastecimento de água de 25% da Região Metropolitana do Recife, passará por serviços de manutenção preventiva eletromecânica por 36 horas, a partir das 6h da próxima terça-feira (6),  até às 18h da quarta-feira (7). A paralisação do sistema será necessária para executar os trabalhos nas unidades operacionais que compõem o Sistema Tapacurá. Durante esse período, haverá falta de água em localidades dos municípios do Recife e Jaboatão dos Guararapes e em toda a cidade de Camaragibe.

 

Além das ações da manutenção eletromecânica, a Compesa vai aproveitar a interrupção de Tapacurá para substituir válvulas e checar outros componentes das unidades operacionais a fim de otimizar o período da paralisação e garantir maior confiabilidade operacional do sistema. 

 

Segundo o gerente de Produção da Compesa, Euris Oliveria, a expectativa é finalizar todas as intervenções na quarta-feira(7), às 18h. "Retomaremos em seguida a operação do Sistema Tapacurá, mas lembramos que o retorno da distribuição de água ocorrerá de forma gradativa, após todos os procedimentos de segurança para o enchimento de adutoras e reservatórios", explica o gerente da Compesa. Ele adianta que nas áreas onde há rodízio, o fornecimento de água será retomado de acordo com o calendário de abastecimento de cada bairro.

 

 

Abaixo, as localidades afetadas no Recife: Aflitos, Alto do Mandú, Alto Santa Isabel, Apipucos, Arruda, Água Fria, Beberibe, Brasilit, Bomba do Hemetério,  Boa Vista, Campo Grande, Casa Amarela, Casa Forte, Caxangá, Cidade Universitária, Cordeiro, Curado (inclusive Distrito Industrial), Derby, Detran, Dois Irmãos, Espinheiro, Encruzilhada, Engenho do Meio, Graças, Ilha do Leite, Iputinga, Hipódromo, Jaqueira, Jiquiá, Macaxeira, Madalena, Mangabeira, Mangueira, Monsenhor Fabrício, Monteiro, Novo Caxangá, Paissandu, Parnamirin, Ponto de Parada, Poço da Panela, Prado, Recife, Roda de Fogo, Rosarinho, San Martin, Santana, Santo Amaro, Tamarineira, Torre, Torreão, Torrões, Tótó, UR 07, Várzea e Zumbi.

 

Camaragibe : toda a cidade.

 

Localidades afetadas em Jaboatão dos Guararapes: Cavaleiro, Curado I, Curado II, Curado III, Curado IV, Curado V, Pacheco, Socorro e Sucupira.

 

Informações : 0800 081 0195 .


NOTA DE FELIPE SANTA CRUZ

NOTA DE FELIPE SANTA CRUZ

Como orgulhoso filho de FERNANDO SANTA CRUZ, quero inicialmente agradecer pelas manifestações de solidariedade que estou recebendo em razão das inqualificáveis declarações do presidente Jair Bolsonaro.

 

O mandatário da República deixa patente seu desconhecimento sobre a diferença entre público e privado, demostrando mais uma vez traços de caráter graves em um governante: a crueldade e a falta de empatia.

 

É de se estranhar tal comportamento em um homem que se diz cristão.

 

Lamentavelmente, temos um presidente que trata a perda de um pai como se fosse assunto corriqueiro – e debocha do assassinato de um jovem aos 26 anos. 
 

 

Meu pai era da juventude católica de Pernambuco, funcionário público, casado, aluno de Direito. Minha avó acaba de falecer, aos 105 anos, sem saber como o filho foi assassinado. Se o presidente sabe, por “vivência”, tanto sobre o presente caso quanto com relação aos de todos os demais “desaparecidos”, nossas famílias querem saber. 
 

 

A respeito da defesa das prerrogativas da advocacia brasileira, nossa principal missão, asseguro que permaneceremos irredutíveis na garantia do sigilo da comunicação entre advogado e cliente. Garantia que é do cidadão, e não do advogado.

 

Vale salientar que, no episódio citado na infeliz coletiva presidencial, apenas o celular de seu representante legal foi protegido.

 

Jamais o do autor, sendo essa mais uma notícia falsa a se somar a tantas. 
O que realmente incomoda Bolsonaro é a defesa que fazemos da advocacia, dos direitos humanos, do meio ambiente, das minorias e de outros temas da cidadania que ele insiste em atacar.

 

Temas que, aliás, sempre estiveram - e sempre estarão - sob a salvaguarda da Ordem do Advogados do Brasil. 
 

 

Por fim, afirmo que o que une nossas gerações, a minha e a do meu pai, é o compromisso inarredável com a democracia, e por ela estamos prontos aos maiores sacrifícios.

Goste ou não o presidente. 

 

#ditaduranuncamais#comissaodaverdadeejustiça


 Governador Paulo Câmara prestigia reunião da Aesbe realizada no Recife

Governador Paulo Câmara prestigia reunião da Aesbe realizada no Recife

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, participou nesta manhã (30), da IV Reunião da Associação das Empresas Estaduais de Saneamento - Aesbe, na sede da Companhia Pernambucana de Saneamento - Compesa, em Recife, Pernambuco. A aprovação do novo Marco Regulatório do Saneamento, em tramitação na Câmara Federal, e a construção de pontes com todos os atores envolvidos do setor para a universalização dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário no Brasil, além da eleição no novo presidente da entidade, foram a tônica do encontro. Com a participação de representantes de 22 empresas das 26 associadas, o engenheiro civil Marcus Vinícius, presidente da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba - Cagepa, foi apoiado pela Compesa e escolhido como novo presidente da Aesbe para um mandato de dois anos a partir de hoje, em substituição ao administrador de empresas Roberto Tavares, que conduziu a entidade por cinco anos, em paralelo a sua gestão à frente da Compesa.

 

Ao assumir a presidência da Aesbe, Marcus Vinicius parabenizou a gestão de Roberto Tavares como comandante da instituição, afirmando que ele teve papel fundamental na articulação com os governadores, deputados e senadores para barrar as Medidas Provisórias 844 e 868, editadas pelo governo Federal, além da reestruturação da entidade e melhoria da governança por ele empreendida. Ele irá comandar uma entidade com 34 anos de existência que congrega 26 empresas e atua em mais de quatro mil municípios brasileiros, o que corresponde a 75% do atendimento dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário no País. Em seu primeiro discurso, defendeu como prioridade trabalhar o Marco Regulatório do Setor de Saneamento para que seja construída uma legislação que garanta segurança jurídica, mas que permita também justiça social, que ela seja disponibilizada para os municípios mais carentes como aqueles que apresentam maior rentabilidade. Ele lembrou que as MPs que perderam validade foram substituídas por Projetos de Lei que foram aglutinadas no PL 3261, que já tramitou no Senado em primeira votação e se encontra na Câmara Federal. “O processo de saneamento é complexo, amplo. Mas estou confiante no diálogo e entendimento com os deputados para que cheguemos a um modelo de Marco Regulatório para buscarmos a tão sonhada universalização dos serviços de saneamento e uma melhor prestação de serviços para o povo brasileiro”, afirmou o novo titular da Aesbe.

 

Roberto Tavares foi eleito presidente da Aesbe por duas vezes e teve o mandato estendido até hoje. A decisão de prorrogar o seu mandato foi um consenso dos associados em função das Medidas Provisórias editadas pelo governo federal em 2018, propondo mudanças no saneamento, sem ouvir o setor. O ex-titular da Aesbe lembrou que a alteração do Marco Regulatório era uma bandeira defendida pela entidade com vistas à definição de novas regras para ampliar os serviços de saneamento no País. “Fomos surpreendidos com a falta de diálogo do governo federal, que preferiu editar Medidas Provisórias ao invés de construir, com o setor, um Projeto de Lei. Tivemos o firme apoio dos governadores e dos deputados federais no Congresso Nacional para derrubar as MPs, o que acabou acontecendo”, relembrou. Ele disse que está confiante na aprovação do PL na Câmara, já aprovado no Senado. Segundo Roberto Tavares, o setor de saneamento ainda é muito atrasado na infraestrutura brasileira e por isso é necessário unir o público e o privado. “Precisamos dessa parceria para que o saneamento possa chegar em todas as regiões do Brasil, independente de serem ricas ou pobres, de estarem próximas a fontes hídricas ou distantes. Precisamos de um saneamento que inclua todos os brasileiros”, argumentou Tavares. Ele lembrou que o setor investe hoje entre R$ 10 a R$ 12 bilhões por ano no Brasil e é necessário dobrar esse volume de recursos para antecipar o prazo de universalização dos serviços.

 

O fortalecimento do setor de saneamento via Companhias Estaduais de Saneamento também foi compartilhado pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara. Ele lembrou que há problemas históricos no setor, que não podem mais ser adiados. “Ficamos apreensivos com o processo mal conduzido pelo governo federal ao editar medidas provisórias para regular o setor, sem qualquer discussão com os gestores públicos, mas que está confiante na aprovação de um texto na Câmara Federal que permita avanços para o setor”, disse. Ele lembrou que Pernambuco decidiu inserir a pauta do saneamento como uma ação estratégica desde o governo Eduardo Campos e citou o Programa Cidade Saneada - a PPP do Saneamento de Pernambuco - que irá beneficiar mais de cinco milhões de pessoas em 15 cidades da Região Metropolitana, elevando os índices de cobertura de esgoto de 37 % em 2018 para 90% até o ano de 2037. Segundo o governador, abraçar esse desafio não seria possível sem o modelo de parceria, que irá investir R$ 6,7 bilhões, recursos públicos e privados ao longo do contrato, que é de 35 anos.

 

Na questão de abastecimento de água, o governador Paulo Câmara citou a obra da Transposição do Rio São Francisco que irá socorrer os municípios que estão situados em áreas mais secas dos estados (escassez hídrica). Um dos dois canais da transposição já está pronto e o outro em execução. “Mesmo sem a conclusão da obra do Eixo Leste, pelo governo Federal, um dos braços da transposição que beneficia Pernambuco, executamos projetos para antecipar o uso das águas do Rio São Francisco utilizando as tubulações já assentadas da Adutora do Agreste e, que só seriam utilizadas após a obra do Ramal. Hoje, já estamos atendendo dez cidades com essas alternativas de engenharia encontrada”, frisou o governador. Ele informou que 30% dos recursos disponíveis na receita do Estado foram investimentos em saneamento no ano passado. “Continuaremos buscando parcerias com o governo federal, com bancos internacionais, a exemplo do Bird e BID, para garantir um futuro para o estado de Pernambuco com bons serviços prestados de água e esgoto”, finalizou Paulo Câmara.

 

Diretoria eleita da Aesbe para o biênio 2019/2021

 

Presidente: Marcus Vinicius Fernandes Neves, da Cagepa (Companhia de Água e Esgotos da Paraíba).

Vice-presidente: Ricardo Soavinski, da Saneago (Companhia de Saneamento de Goiás).

Vice-presidentes Regionais:

Região Centro-Oeste

Ricardo Soavinski – Saneago

Região Norte

Armando Valle, da Cosama (Companhia de Saneamento do Amazonas).

Região Nordeste 1

Neurisângelo  Freitas, da Cagece (Companhia de Água e Esgoto do Ceará).

Região Nordeste 2

Rogério Cedraz, da Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento).

Região Sudeste

Carlos Eduardo Tavares de Castro, da Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais.)

Região Sul

Claudio Stábile, da Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná).

 

 

Conselho fiscal:

Roberta Maas, da Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento).

James da Silva Serrador, da Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima).

Roberto Sérgio Ribeiro Linhares, da Caern (Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte).


     Obra emergencial de esgoto interdita faixas da Avenida Domingos Ferreira, em Boa Viagem

Obra emergencial de esgoto interdita faixas da Avenida Domingos Ferreira, em Boa Viagem

Uma obra emergencial de esgoto será iniciada, nesta noite (22),pela Companhia Pernambucana de Saneamento-Compesa, na Avenida Domingos Ferreira, em frente ao número 2343, próximo ao Bradesco, no bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife. A intervenção consiste na substituição de quatro metros de uma tubulação da rede de coletora de esgoto da via, de 600 milímetros, que se encontra danificada a quatro metros de profundidade. A medida tem o objetivo de evitar interferências na operação do sistema de esgoto que atende essa região.

 

Para garantir a plena  execução dos serviços e segurança dos profissionais que atuarão nessa ação, um trecho de vinte metros, no sentido da via e próximo as faixas do canteiro central (uma de cada lado) estarão interditados e sinalizados para a execução da obra. Os motoristas que utilizam a via devem ficar atentos e realizar o desvio pelas demais faixas da Domingos Ferreira. A previsão  da Compesa é que os serviços sejam concluídos até a próxima quinta-feira (25).


 Paralisação do Sistema Botafogo para serviços de manutenção emergencial

Paralisação do Sistema Botafogo para serviços de manutenção emergencial

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) realizará uma paralisação do Sistema Produtor Botafogo, por 36 horas, a partir da 0h de amanhã (04), para executar uma manutenção emergencial na Estação Elevatória Botafogo 2  (sistema de bombeamento), localizada no bairro de Artur Lundgren, Paulista, Região Metropolitana do Recife. Estão programados serviços de reparos hidráulico e elétrico nessa unidade, onde também será feita a reinstalação de um quarto conjunto de motobomba, ação que levará melhorias na distribuição de água assim como regularidade e mais eficiência no atendimento da população e no cumprimento do calendário. Por este motivo, durante o período da parada do sistema, o abastecimento de água será suspenso para localidades nas cidades de Olinda, Paulista, Abreu e Lima e Igarassu. A previsão é concluir os trabalhos até às 12h desta sexta-feira (05), quando o fornecimento de água será retomado de acordo com o calendário de cada área.

 

Para otimizar o tempo de paralisação do sistema, os técnicos da Compesa mobilizarão equipes para realizar, simultaneamente, ações preventivas e corretivas em outras unidades que compõe o Sistema Botafogo, um dos mais importantes da RMR. Caso o cliente tenha alguma dúvida, pode entrar em contato pelo telefone 0800 0810195 (call center), que funciona 24 horas, por dia, nas lojas de atendimento ou acessando o site www.compesa.com.br.

 

 

 

Abaixo, as localidades que ficarão sem água durante a paralisação:

 

 

OLINDA

Cidade Tabajara, Rio Doce, Jardim Atlântico, Casa Caiada, Bairro Novo, Ouro Preto, Jatobá, Jardim Fragoso, Águas Compridas, Manguba Alto, Alto da Bondade e Córrego do Abacaxi Alto

 

PAULISTA

Artur Lundgren, Paulista Centro , Janga, Jardim Paulista, Maranguape I e II,

Mirueira, Paratibe e Pau Amarelo

 

ABREU E LIMA

Planalto, Caetés III e Matinha

 

IGARASSU

Cruz de Rebouças e Ana de Albuquerque


Militância do PT/Caruaru quer candidatura própria à prefeitura de Caruaru

Militância do PT/Caruaru quer candidatura própria à prefeitura de Caruaru


Compesa inicia recadastramento de clientes em bairros da Zona Oeste do Recife a partir de hoje terça-feira (25)

Compesa inicia recadastramento de clientes em bairros da Zona Oeste do Recife a partir de hoje terça-feira (25)

O trabalho de atualização cadastral realizado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) avança para outros bairros do Recife. Na próxima terça-feira (25), a ação de recadastramento será iniciada nos bairros de Areias, Barro, Curado, Jardim São Paulo, Jiquiá e Tejipió, Zona Oeste da cidade. Nessas áreas, está programada a visita a cerca de 10,2 mil imóveis - residenciais, comerciais, públicos e industriais - até o mês de setembro. A Compesa reforça que a abordagem nos imóveis será feita sempre por um agente cadastrador, devidamente uniformizado e portando crachá de identificação. A regularização dos dados cadastrais também só será realizada em concordância com o morador.

A partir do recadastramento, a Compesa obtém as informações necessárias ao censo comercial e também para compor a base de dados cartográficos da companhia – que facilitam a leitura e a entrega das contas de água. Trata-se de uma ação permanente, que é realizada em todas as regiões do estado, para aperfeiçoar a prestação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, além de melhorar a agilidade no atendimento e o estreitamento da relação com o cliente.

A Compesa aproveita para lembrar que, no momento da visita, serão solicitados os seguintes documentos: CPF, RG e a conta de energia. Não haverá, em nenhuma hipótese, a solicitação de quaisquer informações financeiras dos clientes. Ainda poderá ocorrer, em alguns casos, a necessidade do cadastrador ingressar no imóvel para realizar o trabalho. Caso o cliente tenha alguma dúvida, pode entrar em contato com a Compesa pelo telefone 0800 0810195. O cliente também pode atualizar seu cadastro pela Agência Virtual da Compesa, acessando o endereço www.compesa.com.br .


PT elenca 4 capitais com candidaturas “competitivas,”a deputada Marília Arraes em Recife (PE) tem chance de vitória

PT elenca 4 capitais com candidaturas “competitivas,”a deputada Marília Arraes em Recife (PE) tem chance de vitória

O PT-Partido dos Trabalhadores prevê candidaturas “competitivas” em pelo menos quatro das 27 capitais: Luizianne Lins em Fortaleza, a deputada Marília Arraes em Recife (PE), o ex-senador Jorge Viana em Rio Branco (AC) e o deputado José Ricardo Wendling em Manaus (AM).


Deputado bolsonarista do PRTB de Pernambuco é acusado de agressão pela mulher. #AgressaoAMulher

Deputado bolsonarista do PRTB de Pernambuco é acusado de agressão pela mulher. #AgressaoAMulher

O deputado estadual Marco Aurélio (PRTB), foi acusado na manhã desta segunda-feira (24) de violência doméstica. O caso foi denunciado pela atual companheira do parlamentar, Elizabeth, e registrado na Delegacia da Mulher do Recife, bairro de Santo Amaro. 

Segundo a vítima, a discussão teve início após Marco Aurélio ter afirmado que estaria em um restaurante e ela ter encontrado evidências de que ele não esteve no local indicado. A agressão ocorreu na casa em que o casal mora, na noite de ontem (23). Quando o parlamentar, que é líder da bancada de oposição na Alepe, teria empurrado a mulher que afirma ter machucado a cabeça e as costas, além de dizer ser alvo de agressões físicas e verbais constantes. 

A mulher do parlamentar informou que “Eu tinha almoçado com meus filhos, como todo domingo, e, quando voltamos, perguntei onde ele teria almoçado. Ele me disse que foi em um canto, mas teria sido em outro. Eu questionei, mas, em nenhum momento, eu queria brigar. Ele já veio me agredindo, me xingando, botando o dedo na minha cara, dizendo que não era mentiroso e me deu um empurrão. Foi aí que eu caí”. A esposa deu a entender que as agressões não tiveram início a pouco tempo, “Faz um ano que eu saí de casa por cinco dias porque eu não aguentei mais, mas voltei achando que ele ia mudar”, e reiterou o motivo de ter voltado “Eu sempre achava que ele poderia mudar, mas com o passar do tempo ele tem se tornado mais hostil” afirmou a mulher. 

A Polícia Civil de Pernambuco instaurou um inquérito para apurar o caso e alegou que não passaria mais informações “para preservar a identidade da mesma e sua segurança”. 

Em nota Marco Aurélio informou que “Hoje à tarde fui surpreendido pela imprensa por declarações da minha ex-companheira que haveria procurado a delegacia da mulher”.  O deputado deu outra versão sobre o caso alegando que “Na noite de ontem, após chegar da Igreja tive uma discussão com minha então companheira de 3 anos, Elizabeth e resolvi encerrar o relacionamento, saindo de casa após ser agredido verbalmente pela mesma”. 

Elizabeth contou que “Estamos juntos há três anos e, nesse período, eu contabilizei dez agressões físicas. As psicológicas são incontáveis.” e que “Nas outras vezes ele estava sob efeito de álcool e desta vez não”. 

por: PENEWS


Ana Maria Braga manda indireta e internautas dizem que é para o Ministro Sérgio Moro

Ana Maria Braga manda indireta e internautas dizem que é para o Ministro Sérgio Moro

Apresentadora do 'Mais Você' iniciou o programa desta sexta-feira com uma reflexão (Toda máscara tem um buraco, e é por ele que a verdade escapa!), que foi entendida pelos telespectadores como uma crítica à Moro pelos vazamentos do The Intercept.