Teste de publicidades

Novos promotores tomam posse dia 6

Novos promotores tomam posse dia 6

Entre as cidades que receberão os representantes do Ministério Público de Pernambuco, 14 ficam no Sertão, cinco no Agreste e uma na Zona da Mata 

 

No próximo dia 6, o Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, será palco de uma importante ação para a defesa da cidadania: a posse de 20 novos promotores de Justiça, que assumirão seus cargos em cidades do Interior de Pernambuco. A solenidade ocorre às 16h no Teatro Beberibe, localizado na Avenida Professor Andrade Bezerra, s/n, no bairro de Salgadinho. Ao todo, 41 promotores – 21 já em ação, desde setembro de 2017 – foram convocados desde janeiro do ano passado.

 

Dos 20 promotores, aprovados no concurso público realizado em 2015 e prorrogado até 2019 pelo procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, 14 vão para municípios do Sertão (Bodocó, Cabrobó, Carnaíba, Custódia, Exu, Flores, Floresta, Inajá, Petrolândia, Serrita, Tabira, Tacaratu, Terra Nova e Trindade), cinco para cidades do Agreste (Águas Belas, Buíque, Ibirajuba, Jupi e Lagoa dos Gatos) e um para Chã Grande, na Zona da Mata. São todas Promotorias de Primeira Entrância e é praxe no Ministério Público de Pernambuco (MPPE) a entrada na instituição pelas comarcas de cidades mais afastadas da capital.

 

No dia 7 de fevereiro, tem início o curso de formação para os novos promotores, que vão passar por diversas atividades para prepará-los para o desafio e assumir as promotorias por todo o Estado, a partir do dia 5 de março.

 

“Diminuir o déficit de promotores é a nossa prioridade. Começamos 2017 com um déficit de 146 promotores. Conseguimos chamar 41, o que é um grande avanço, mas vamos continuar trabalhando para convocar mais nos próximos meses”, diz o procurador-geral de Justiça.

 

Crédito da foto: Assessorial Ministerial de Comunicação Social

 

 

SERVIÇO

 

O QUÊ: Cerimônia de posse de 20 novos promotores de Justiça

QUANDO: Dia 6 de fevereiro, a partir das 16h

ONDE: Teatro Beberibe, no Centro de Convenções de Pernambuco – Avenida Professor Andrade Bezerra, s/n, Salgadinho, Olinda.


Datafolha: Eleitor rejeita polĂ­ticos ligados ao projeto golpista

Datafolha: Eleitor rejeita polĂ­ticos ligados ao projeto golpista

Todos os políticos alinhados com o projeto neoliberal que tomou de assalto o país sem nunca ter sido aprovado nas urnas são rejeitados pela população 

 

Pesquisa divulgada pelo Insituto Datafolha nesta quarta-feira (31), em que o ex-presidente Lula figura como primeiro colocado em todos os cenários simulados, mediu também o índice de rejeição aos possíveis candidatos, ou seja, quais deles não receberiam de jeito nenhum o voto dos entrevistados.

O presidente ilegítimo Michel Temer continua sendo o mais rejeitado: 60% não votariam nele de jeito nenhum para a Presidência da República. Conhecedor da impopularidade de seugoverno golpista, é pouco provável que Temer venha a se candidatar, evitando assim um vexame estarrecedor.

Outros representantes desta administração usurpadora, porém, estão entre os nomes cogitados para a disputa eleitoral.  Mas, como mostra a pesquisa, todos os políticos alinhados com o projeto neoliberal que tomou de assalto o país são rejeitados pela população.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), é um deles. Ele afirmou recentemente a órgãos de imprensa que tem ouvido muitos pedidos “do mercado” para que saia candidato. O Datafolha, então, incluiu seu nome em três cenários simulados. Em dois deles, o ministro do governo ilegítimo ficou com 1%. No outro, com 2%.

Os próprios partidos que usurparam a Presidência da República para implantar um projeto desnacionalizador,PMDB e PSDB, amargam a rejeição causada por seus atos. Enquanto o PT é o partido preferido da população brasileira, somente 5% dizem preferir o partido do presidente golpista. O desempenho tucano é ainda pior, com apenas 3% da preferência do eleitorado.

O instituto também mediu o chamado “poder de transferência” dos candidatos, a capacidade de gerar votos em um outro candidato por meio de seu apoio declarado.

O apoio mais rechaçado continua sendo o do presidente Michel Temer: 87% não votariam em um candidato a presidente apoiado pelo peemedebista, e 4% votariam com certeza neste concorrente, além de 8% que poderiam votar. Em novembro, o índice de rejeição a um candidato que tivesse o apoio de Temer era o mesmo (87%).

Outro que serve como “cabo eleitoral às avessas” é o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).  A grande maioria dos eleitores (64%), não votaria em um presidenciável apoiado pelo tucano.

O povo quer Lula na urna!

Divulgada uma semana depois do acórdão do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), que manteve a condenação do ex-presidente, a pesquisa mostra que, apesar da perseguição políticada condenação sem provas, e do que tentam fazer alguns juízes e desembargadores, o povo quer Lula na urna!

Tanto que o percentual de eleitores e eleitoras que afirma não saber em quem votar ou que declara voto branco ou nulo sobe de 16% para 28% caso Lula seja impedido de se candidatar. Se somado ao número de indecisos, o total dos que deixam de escolher um candidato chega a 36%.

*

Foram realizadas 2.826 entrevistas pelo instituto DataFolha em 174 municípios brasileiros entre os dias de 29 e 30 de janeiro. Os resultados apresentam margem de erro de dois pontos para cima ou para baixo. A pesquisa foi registrada no TSE com o número BR 05351/2018.

Da Redação da Agência PT de Notícias


Bloco Gota D’Água anima foliĂ”es na sexta-feira de Carnaval

Bloco Gota D’Água anima foliĂ”es na sexta-feira de Carnaval

Organizado há 36 anos pelos funcionários da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), o Bloco Gota D’Água sai às ruas na sexta-feira de Carnaval, que - numa feliz coincidência - será comemorado o Dia Mundial do Frevo, 9 de fevereiro. A Compesa é a única empresa de saneamento do país que mantém uma agremiação e a tradição de desfilar no Carnaval do Recife, há quase quatro décadas. Nessa edição, os cantores Silvério Pessoa e Diego Cabral estarão animando o cortejo junto aos Trios Balada e Planeta, que ainda contará com a participação dos Trios Asas da América e Batuque, com Orquestra de Frevo de Rodrigo Medeiros.

A concentração inicia às 16h, no estacionamento interno da sede antiga da companhia na Avenida Cruz Cabugá, Nº 1387, no bairro de Santo Amaro. Os passistas e bonecos gigantes irão convidar os foliões a entrar no clima carnavalesco ao som do cantor Geraldo Maia e da Orquestra de Frevo Feminina Lourdinha Nóbrega. O Gota D’Água tomará as ruas às 20h30 e será animado pelos trios durante todo o percurso, com cerca de quatro quilômetros, que passa por toda extensão da Avenida Cruz Cabugá, depois pelo Parque 13 de Maio e encerra na Rua da Aurora, nas imediações da Assembleia Legislativa. 

“Teremos apoio da Polícia Militar e seguranças contratados ao longo de todo o trajeto, que também contará com um carro de apoio especial e da CTTU (Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife) organizando o trânsito”, destaca o presidente do Gota D’água, Jaime Meira. Como nas últimas edições, a expectativa é que cerca de 10 mil foliões participem dos festejos. 

SERVIÇO:

Bloco Gota D’água – 36 anos

Dia: Sexta-feira (09/02)

Início do desfile de rua: às 20h30

Trajeto: começa na sede da Compesa da Cruz Cabugá (nº 1387, Santo Amaro), segue até o Parque Treze de Maio, e encerra nas imediações da Assembleia Legislativa.

Atrações: Trio Asas da América; Trio Balada, com Silvério Pessoa; Trio Batuque, com Orquestra de Frevo de Rodrigo Medeiros; Trio Planeta, com Diego Cabral e carro de apoio.

Venda de camisas e informações: 3412-9213


Dilson Peixoto, defende candidatura de Lula e diz que vai “governar Pernambuco com Marília Arraes”

Dilson Peixoto, defende candidatura de Lula e diz que vai “governar Pernambuco com Marília Arraes”

Por Blog do  Robério Sá 
 

O senador Humberto Costa enviou nesse sábado, dia 27, o seu porta-voz, Dilson Peixoto (PT), para lhe representar no ato de lançamento da pré-candidatura de Marília Arraes (PT) ao governo do estado, em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco. O petista não pôde comparecer ao evento, devido cumprimento de agenda ao lado do ex-presidente, Luís Inácio Lula da Silva, em São Paulo (SP).

No palanque, Dilson Peixoto criticou o julgamento de Lula, no Tribunal Regional Federal (TRF4) de Porto Alegre, onde teve sua condenação a 12 anos mais 1 mês de prisão, por corrupção.

“Esse momento que vivemos hoje no Brasil é, com certeza, o momento mais grave que participamos da vida política brasileira. E, só há uma maneira de nós respondermos a altura dos desafios que estão colocados pela classe dominante brasileira, que não se envergonha de utilizar argumentos que não tenham nenhuma sustentação jurídica para condenar um homem como o ex-presidente Lula”, disse o petista, enviado pelo senador Humberto Costa.

Para Dilson Peixoto, o Partido dos Trabalhadores (PT) precisa se unir em torno de um projeto político com candidatura a presidência e ao governo do estado, com o intuito de paralisar os desmandos do Governo de Michel Temer.

“O que eles querem é um acordo com elite para impedir os trabalhadores de voltarem a ser gente nesse país. Nós só podemos responder a isso com duas armas: a primeira é a unidade do Partido dos Trabalhadores e a unidade das nossas forças, sem a unidade nós não seremos vitoriosos; a segunda é ocupar as ruas com a candidatura do companheiro Lula e com a nossa candidatura em Pernambuco”, apontou.

dilson-peixoto-pt-porta-voz-de-humberto-costa-serra-talhada-pe-roberiosa Porta-voz de Humberto Costa defende candidatura de Lula e diz que vai “governar PE com Marília Arraes”

Falando em nome de Humberto Costa, Dilson Peixoto diz que vai governar Pernambuco com Marília Arraes. Foto: Robério Sá.

O porta-voz, ainda, confirmou que a Executiva do PT em Pernambuco entrou em consenso sobre a candidatura própria ao Palácio do Campo das Princesas, além disso, declarou que o nome da neta de Miguel Arraes é o que tem aglutinado mais forças em todo o estado.

“O diretório estadual definiu que nós teremos uma candidatura própria. A companheira Marília Arraes é sem sombra de dúvidas, quem reúne hoje, e está reunindo a cada dia, mais condições de ser a nossa candidata”, disse Dilson, acrescentando:

“E, a gente esta aqui para dizer a todos vocês, em meu nome que não vale muito, mas no nome do companheiro Humberto Costa, nós vamos estar juntos na luta em defesa da candidatura de Lula e para governar Pernambuco com Marília Arraes, se Deus quiser”.


 AçÔes preventivas na rede de esgoto são intensificadas para o Carnaval

AçÔes preventivas na rede de esgoto são intensificadas para o Carnaval

A Compesa iniciou ações nas principais ruas que recebem a folia nas cidades de Olinda e Recife

 

 

A tradicional festa de Carnaval já está chegando para trazer alegria aos milhares de foliões que vão brincar na Região Metropolitana do Recife. Para  garantir o bom funcionamento da rede coletora de esgoto, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) e a parceira privada, BRK Ambiental, intensificaram as ações de limpeza preventiva da rede coletora de esgoto nos principais polos de animação das cidades de Olinda e Recife. Serviços como desobstruções e pequenos reparos na rede também estão sendo realizados ao longo desse plano de ação.

 

Já foi executada a limpeza de quase 12 mil metros de rede coletora, dos mais de 14 mil metros que fazem parte da Operação Carnaval 2018. Até o dia 9 de fevereiro, será feito o restante das ações de limpeza que estão previstas para a Avenida Conde da Boa Vista e Rua do Riachuelo, no Recife; nas Avenidas Marcos Freire e Getúlio Vargas (trechos nos bairros de Casa Caiada e Bairro Novo) e na Rua Manoel de Lima Borba, em Olinda. O trabalho começou com um planejamento prévio dos principais percursos dos blocos carnavalescos e locais de concentração das festividades. Fizemos um cronograma de ações que foi iniciado com vistorias para verificar a necessidade de atuação e, se confirmada, seguimos para o próximo passo, que é a execução dos serviços”, explica a gerente da Compesa, Noélia Lopes.

 

No Recife, as ações foram programadas para atender os percursos dos blocos Os Irresponsáveis (Arruda), Gota D’Água (Santo Amaro), Cabeça de Touro (Engenho do Meio) e Galo da Madrugada (São José). Também foram contempladas a Avenida Boa Viagem, o bairro do Recife Antigo e as proximidades do Parque da Jaqueira. Já em Olinda, as ações foram focadas nas ladeiras da Cidade Alta e no Alto da Sé, assim como em algumas ruas dos bairros do Carmo, Amparo, Bairro Novo e Varadouro. O objetivo desses trabalhos é garantir que os foliões curtam o Carnaval com mais tranquilidade. A população também precisa fazer a sua parte, e não deve descartar ou jogar lixo na rede coletora de esgoto, para evitar os extravasamentos e entupimentos da rede.

 

Além dos trabalhos de diagnóstico em pontos críticos da rede de esgoto e limpeza das tubulações, outras ações são realizadas na rede coletora, como ações de desobstrução de redes e ramais, substituição de tampas de poços de visita (local por onde a rede de esgoto é vistoriada) e caixas de inspeção. Equipes de diagnóstico e desobstrução atuarão no atendimento de demandas especiais durante o dia e à noite, em esquema de plantão, sempre em horários que não interfiram nas comemorações. Para acionar os serviços de esgotamento sanitário e de água, basta ligar para o número 0800.081.0185.


Falta de energia em clĂ­nica de nefrologia no Recife coloca vida de pacientes em risco

Falta de energia em clĂ­nica de nefrologia no Recife coloca vida de pacientes em risco

Falta de energia elétrica durante sessão de hemodiálise na Clínica de Nefrologia Prontorim/Davita, Recife. A falta de energia na terça-feira (23/01) durou cerca de duas horas e os pacientes correram risco de morte, a clinica  de Nefrologia Protorim/Davita, funciona no prédio da Santa Casa de Misericórdia do Recife, no bairro de Santo Amaro, a clinica e conveniada ao SUS, a  clinica Protorim/Davita segundo a informação que foi repassada aos pacientes esta com o gerador quebrado, sabemos que muitas vezes os geradores em hospitais e clínicas são responsáveis por salvar vidas, a negligencia da Clinica Prontorim/Davita  em adquiri um gerador para sua unidade de saúde pode causar problemas irreversíveis para os pacientes.

Cadê a fiscalização dos órgão de fiscalização, alô Ministério Publico de Pernambuco. 


Resolução do PT: com Lula e com o povo até a vitória em outubro!

Resolução do PT: com Lula e com o povo até a vitória em outubro!

 
Resolução da Comissão Executiva Nacional do PT publicada em 25 de janeiro 
 

Resolução da Comissão Executiva Nacional do PT

 COM LULA E COM O POVO ATÉ A VITÓRIA EM OUTUBRO!

 

Uma onda de indignação percorre o Brasil, na hora mais difícil do país desde que reconquistamos a democracia, há quase 30 anos.

 

Quase dois anos depois do golpe que rasgou a Constituição, vem rasgando os direitos dos trabalhadores e destruindo a soberania nacional, o ex-presidente Lula é alvo de uma violência judicial.

Em defesa de Lula e da democracia, multidões se mobilizaram em caravanas, atos públicos, nas escolas, nas ruas, nas redes sociais, em manifestos e canções.

Tantas vezes caluniado pelos inimigos da nossa gente, da democracia e do nosso país, Lula resiste com a força do povo, que nele vê refletida sua própria imagem, seus mais caros sonhos e as mais fortes esperanças.

Lula não cometeu nenhum crime. Seus acusadores sabem disso. Sua condenação é uma a farsa judicial que envergonha o Brasil perante o mundo.

Os procedimentos no Caso Lula fogem à normalidade da lei, como foi afirmado pelos maiores juristas brasileiros e de outros países.

Para condenar Lula, sem provas e sem crime, o Tribunal Regional Federal da 4a. Região decretou que juízes e promotores da Lava Jato não precisavam seguir as normas da lei observadas nos “casos comuns”. Decretado o estado de exceção, os direitos de Lula e sua família foram violentados ao longo do processo. Agora, a indecente combinação de votos dos três desembargadores da 8a. turma do TRF-4, no julgamento do recurso da defesa, escancarou o caráter do juízo político.

 

Lula foi perseguido, acusado, julgado e condenado num processo de exceção que é a continuidade do golpe doimpeachment de 2016 contra presidenta Dilma Rousseff.

 

Os cordões que moveram a Lava Jato e o tribunal de Porto Alegre num processo viciado para condenar Lula, sem provas e sem crime, são manipulados pelos mesmos setores que rasgaram a Constituição e os votos de 54 milhões de eleitores para instalar uma quadrilha no Palácio do Planalto.

 

Lutamos e lutaremos para retomar o processo de desenvolvimento com inclusão social que retirou mais de 32 milhões da pobreza, criou mais de 20 milhões empregos, abriu as portas da universidade para os negros, os indígenas e os filhos dos trabalhadores, que acabou com a fome neste país.

 

Lutamos e lutaremos pela recuperação da democracia. E que seja a democracia plena, o que implica em democratizar o acesso aos meios de comunicação, rompendo o monopólio e garantindo a todos o direito à informação correta.

 

Lutamos para fechar a página do golpe, pela convocação de uma Assembleia Constituinte soberana, que adote reformas populares e revogue as medidas que prejudicaram o povo e o país, como a chamada PEC da morte, inclusive por meio de plebiscitos e referendos revogatórios.

 

Por todas essas razões – e às vésperas de comemorar nosso 38o. aniversário -, nesta hora tão decisiva para o futuro do país, a Comissão Executiva Nacional do PARTIDO DOS TRABALHADORES, reunida em sessão pública com a presença de nossos governadores, senadores, deputados, dirigentes nacionais e estaduais, e de representantes dos mais expressivos movimentos sociais, adota a seguinte Resolução:

 

  1. Reafirmar a decisão do Diretório Nacional do PT de que o companheiro Luiz Inácio Lula da Silva será candidato à Presidência da República nas eleições de outubro de 2018;

 

  1. Denunciar ao país e ao mundo a farsa judicial contra Lula com a cumplicidade da mídia, liderada pelaRede Globo: as ações ilegais dos policiais e procuradores da Lava Jato, a sentença injusta e ilegal deSérgio Moro, e o voto indecentemente combinado dos desembargadores do TRF-4;

 

  1. Saudar e agradecer os partidos políticos, movimentos sociais, organizações e personalidades que, no Brasil e em todo o mundo, condenaram a perseguição e proclamaram o sentido democrático da participação de Lula no processo político e eleitoral;

 

  1. Aprofundar o diálogo e manter a unidade com os partidos e forças sociais, buscando formar ampla e sólida aliança, com todos que se coloquem de acordo com o programa de governo que estamos construindo e apresentaremos ao país;

 

  1. Criar cada vez mais Comitês Populares em Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser Candidato, envolvendo companheiros e companheiras de diversos horizontes políticos, para dialogar com o povo sobre a perseguição a Lula.

 

  1. Orientar os Comitês Populares a se fazer presentes com nossa mensagem nos festejos do carnaval; a participar do apoio à greve das centrais sindicais contra a reforma da Previdência, no dia 19 de fevereiro; participar ativamente das atividades do Dia Internacional da Mulher, 8 de março, e participar do Fórum Social Mundial, em Salvador, em março.

 

Com Lula e com o povo, até a vitória em outubro!

 

São Paulo, 25 de janeiro de 2018

Comissão Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores


NOTA OFICIAL DA JUVENTUDE DO PT

NOTA OFICIAL DA JUVENTUDE DO PT

A cidade de Porto Alegre que foi rompante da Campanha da Legalidade, que garantiu a posse Jango em 61, da conhecida Esquina democrática, palco de tantos atos e manifestações de lutas democráticas e berço do Orçamento Participativo, uma das maiores experiências de participação popular iniciada nas gestões petistas, infortunadamente sediou neste 24 de janeiro de 2018 mais um episódio da farsa judicial movida contra o ex-presidente Lula, no TRF-4. Um julgamento de cartas marcadas, onde os desembargadores apenas cumpriram papéis protocolares no recurso julgado no tribunal, que tinha como objetivo condenar Lula e retira-lo do processo eleitoral de 2018.
Não foi com complacência ou silêncio que os magistrados abrigados em imponentes palácios proferiram as arbitrariedades na sentença condenatória ao ex-presidente. Do lado de fora, milhares de brasileiros de todos os cantos do país se aglomeraram e se manifestaram em defesa da democracia e do direito de Lula ser candidato. No dia anterior ao julgamento do recurso no TRF4, mais de 50 mil pessoas tomaram as ruas da capital gaúcha em sinal de resistência as injustiças sofridas pelo ex-presidente.
A manutenção e ampliação da condenação de Lula é etapa complementar do golpe que vem ocorrendo em nosso país, desde a farsa do impeachment da Presidenta Dilma em 2016 e a sequência de ataques aos direitos conquistados durante os governos petistas e a entrega da riqueza e soberania nacional aos que financiaram este golpe.
Ainda que seja o interesse dos poderosos atentar contra a democracia e a vontade popular, Lula representa a emancipação política da classe trabalhadora e o seu direito de se sentir representada, através de um projeto político que os emancipe e que garanta seus direitos e uma qualidade de vida digna e com oportunidades. E isto se reflete em todas as pesquisas de opinião divulgadas até aqui, onde Lula é líder em todos os cenários.
Assim como não nos retiramos da luta e das ruas em nenhum momento até aqui, a juventude petista seguirá em resistência, sem trepidar em momento algum, em defesa intransigente da vontade da maioria da população, que clama por uma justiça digna e pelo restabelecimento da democracia em nosso país.
Mobilizaremos todos nossos esforços em defesa da candidatura de Lula para a presidência da república e convocamos a todos aqueles que lutam por um brasil mais justo, democrático e soberano que se somem a esta luta.

Juventude do Partido dos Trabalhadores


Jaime Amorim: O  FenÎmeno  Marília  Arraes.

Jaime Amorim: O  FenÎmeno  Marília  Arraes.

De onde vem essa liderança, esta força que  esta se apresentando como candidata a governadora de Pernambuco, Marília Arraes?  Aqui não vamos falar  da sua origem familiar, ou do seu histórico pessoal, mas é certo que as suas qualidades ajudam no processo: é jovem, se comunica bem, preparada, inteligente, disposta para o trabalho, além é claro da herança política importante da historia de Miguel Arrais.

 Mas, vamos falar  da força  do seu protagonismo  que surgiu recentemente   como importante liderança dentro do PT,  de organizações Sindicais e movimentos Sociais. Para entender quem é Marília,  é importante compreender  o surgimento de sua liderança recente, sem deixar de lembrar que Marília é vereadora do Recife em seu segundo mandato, portanto, politicamente experiente, além disso, é importante lembrar que Marília participou dos enfrentamentos que a  classe trabalhadora travou nos últimos anos:  em 2014  na eleição de Dilma,  onde em Pernambuco a militância fez a diferença, quando ninguém acreditava que era possível a vitoria. Esta mesma militância dos movimentos  sociais protagonizou,  longo em seguida, as batalhas  de resistência  contra o impeachment  de Dilma, seguiu-se  a luta contra o  Golpe , depois  as lutas de resistência  contra a condenação de  Lula , as grandes batalhas contra a PEC 55, contra a Reforma Trabalhista e, principalmente contra a reforma da Presidência  que mobilizou e  vem mobilizando milhares de  militantes e, culminou com a Greve Geral em 28 de abril, após , várias paralisações ao longo de 2016 e 2017.  Neste processo conseguimos  unificar  os movimentos sócios na luta do FORA TEMER, pelas Diretas  Já! e  na construção da Frente Brasil Popular.

Foi  neste processo  de  construção da unidade  dos movimentos, das mobilizações de rua, que Marília Arraes  cumpriu um papel importante com sua participação e capacidade de mobilização e articulação. Portanto, a projeção de Marília para governadora resulta das ruas, da construção neste ultimo período histórico de crescentes mobilizações populares, da unidade da esquerda.

 Um outro processo  importante foi as eleições  para prefeito na cidade do Recife, quando  Marília é reeleita  vereadora pelo Partido dos trabalhadores  e na sua participação na disputa do segundo turno com  João Paulo.  Foi  uma  disputa travada praticamente com a força da militância, do PT e dos movimentos sociais, e ai novamente  aparece  a força de Marília Arraes  convocando e mobilizando  a militância do PT e militantes sociais. Marília assume o comando da militância e passa a   configurar,  junto com João Paulo  e Silvio costa Filho candidatos  a prefeito e vice-prefeito, como protagonista da disputa eleitoral. Foi nesse processo que o PT embora não tenha vencido as eleições, mas faz 38% dos votos da capital em uma disputa completamente adversa,  que Marília  efetivamente   se coloca como importante  liderança na defesa  do PT  e na defesa da candidatura de  João Paulo,  coordenando o processo internamente no PT, e aos poucos sendo reconhecida como Petista  pelos próprios Petistas e   nas ruas construindo  a mobilização ate o último minuto do fechamento das urnas .

 Podemos dizer que as ruas,  nesse processo de resistência dos últimos anos,  construíram varias e novas lideranças  dos movimentos sociais, do movimento Sindical, estudantil, como o Levante Popular da Juventude e lideranças dos partidos de esquerda. Marília  começa a se destacar   como uma liderança forte, importante , como normamente se ouvi  dizer , a liderança política de Marília hoje é fruto das mobilizações das ruas e de um processo recente de resistência coletiva contra o golpe, vem da rua e vem dessa  militância  a força e o fenômeno  de Marília Arraes .

Internamente no PT ela assume a bandeira da candidatura própria para fechar uma lacuna aberta  dentro do partido, que vem como uma ferida desde as eleições para Governador  de 2014, com a forçada aliança com  Armando Monteiro. Ela protagoniza essa bandeira contra  alianças, para a disputa de 2018 com o atual governador  do estado Paulo Câmara, ou ainda, com Armando Monteiro. A militância do PT e a militância das ruas, passaram a se colocar contrarias a qualquer tipo de aliança que vá contra a construção do projeto popular  para o Brasil que esta sendo construída coletivamente com todas e todos que resistem ao golpe.  Justamente porque não era possível entender que todo esse processo de resistência nas ruas feito nestes últimos  três anos (quando de um lado estava o povo  e do outro lado os  golpista), desaguasse em uma frustrada aliança com aqueles que apoiaram o golpe de 2016.

 Nos últimos meses, a candidatura de Marília se consolida na região metropolitana e no interior do estado, com as muitas visitas que a pré-candidata esta  realizando para dialogar com a militância e com a população.  É claro que  não  vamos entrar no mérito do Partido  dos Trabalhadores, mas é necessário  que seja definida  imediatamente a  questão de Marília  como candidata do PT  para ir  construir  novas alianças  , construir uma bancada de Deputados  Estaduais, federais , senadores  que possa ajudar nesse processo  de disputa  e estratégia de campanha.

Podemos  afirmar que hoje Marília se constitui como um novo fenômeno , nova liderança no processo  de renovação política  e foi esse processo que  a projetou. A candidatura  de Marília Arraes  a Governadora de Pernambuco, está sendo construída  junto com diversas forças e  movimentos sociais, ao mesmo tempo estão colaborando para a construção do Programa de Governo  com todas as categorias.

 Por fim,  a militância que esta envolvida neste processo,  está apostando   na campanha de Lula a nível nacional para presidente,  e de Marília Arraes  no estado de Pernambuco. A mesma não é candidata somente do Partido dos Trabalhadores, a proposta de  sua candidatura  está  muito ampliada, ela é  candidata pelo o PT , entretanto é também a candidata da Frente Brasil Popular, do Levante, da Consulta , e da maioria dos movimentos  sociais e sindicais do estado de Pernambuco. Portanto,  pedindo licença para o partido  dos trabalhadores por essa manifestação, mas é importante dizer  que  a construção  da candidatura de Marília  Arraes  esta muito além  do Partido dos Trabalhadores.

RECIFE 25 DE Janeiro de 2018

Jaime Amorim

 Direção MST


NOTA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES


 
NÃO NOS RENDEMOS DIANTE DA INSJUTIÇA: LULA É CANDIDATO
 
 
O dia 24 de janeiro de 2018 marca o início de mais uma jornada do povo brasileiro em defesa da Democracia e do direito inalienável de votar em Lula para presidente da República.
 
O resultado do julgamento do recurso da defesa de Lula, no TRF-4, com votos claramente combinados dos tres desembargadores, configura uma farsa judicial.  Confirma-se o engajamento político-partidário de setores do sistema judicial, orquestrado pela Rede Globo, com o objetivo de tirar Lula do processo eleitoral.
 
São os mesmos setores que promoveram o golpe do impeachment em 2016, e desde então veem dilapidando o patrimônio nacional, entregando nossas riquezas e abrindo mão da soberania nacional, retirando direitos dos trabalhadores e destruindo os programas sociais que beneficiam o povo.
 
O plano dos golpistas esbarra na força política de Lula, que brota da alma do povo. Esbarra na consciência democrática da grande maioria da sociedade, que não aceita uma condenação sem crime e sem provas, não aceita a manipulação da justiça com fins de perseguição política.
 
Não vamos aceitar passivamente que a democracia e a vontade da maioria sejam mais uma vez desrespeitadas.
 
Vamos lutar em defesa da democracia em todas as instâncias, na Justiça e principalmente nas ruas.
 
Vamos confirmar a candidatura de Lula na convenção partidária e registrá-la em 15 de agosto, seguindo rigorosamente o que assegura a Legislação eleitoral.
 
Se pensam que história termina com a decisão de hoje, estão muito enganados, porque não nos rendemos diante da injustiça.
 
Os partidos de esquerda, os movimentos sociais, os democratas do Brasil, estamos mais unidos do que nunca, fortalecidos pelas jornadas de luta que mobilizaram multidões nos últimos meses.
 
Hoje é o começo da grande caminhada  que, pela vontade do povo, vai levar o companheiro Lula novamente à Presidência da República.
 
 
Sao Paulo, 24 de janeiro de 2018
Gleisi Hoffmann, Presidenta Nacional do PT


NOTA DA BANCADA DO PT NA CÂMARA

 

A Bancada do PT na Câmara repudia e não reconhece como legítimo o resultado do julgamento do recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo TRF-4.

Trata-se de uma ofensa à Constituição, aos direitos individuais e à consciência democrática. Foi uma decisão claramente política, ideológica  e corporativa, com os três desembargadores demonstrando a intenção cristalina de defender o juiz Sérgio Moro e sua sentença descabida contra o ex-presidente da República, sem se ocuparem da análise da questão da propriedade do imóvel e sem a menor preocupação em corroborar com fatos as acusações vazias do Ministério Público.

O julgamento farsesco explicitou um jogo de cartas marcadas que macula a história do Judiciário e da República brasileira. Mais uma vez, fica cabalmente atestada a atuação político-partidária de setores do Judiciário, em conluio com meios de comunicação, em especial a Rede Globo dos irmãos Marinho, para excluir Lula do processo eleitoral.

A fraude travestida de julgamento começou com Moro, que ignorou mais de 70 testemunhas que inocentaram Lula, e terminou com os três desembargadores que também julgaram com base em meras convicções e suposições, demolindo todos os pilares do Direito e dos códigos que regem o processo penal e a atuação dos magistrados.

O cúmulo do cinismo foi a tentativa de se justificar a aceleração do julgamento e negar o que o sistema do TRF-4 aponta de forma cristalina: pelo menos 257 casos foram atropelados pelo desembargador Leandro Paulsen para que o recurso de Lula fosse julgado agora, com o objetivo político de viabilizar o quanto antes a impugnação da sua candidatura.

Sem prova, qualquer decisão é injusta e ilegal. A história não perdoará os inquisidores que violaram o Estado de Direito para garantir a manutenção dos seus interesses. A decisão unânime da 8a turma do TRF-4 lembra a unanimidade dos tribunais da ditadura militar, do nazismo na Alemanha e do fascismo na Itália e na Espanha.

Essa condenação se perfila ao lado da reforma trabalhista, da malfadada proposta de reforma da previdência, da entrega do pré-sal às grandes multinacionais do petróleo, da destruição do SUS, do ataque às universidades e empresas públicas como a Embraer, da liquidação da indústria naval e de vários setores estratégicos da economia brasileira, entre outros atos do golpe que teve início com o impeachment fraudulento da presidenta Dilma Rousseff.

Por isso, reafirmamos: defender Lula é defender a Democracia!

Em todos os espaços da sociedade, a Bancada do PT na Câmara vai se unir às forças democráticas e progressistas para impulsionar a luta do povo brasileiro em defesa da Democracia e do direito inalienável de Lula de ser candidato a Presidente da República.

Todos às ruas para derrotar o golpe e defender a Democracia!

Brasilia, 24 de janeiro de 2017

Deputado Paulo Pimenta (PT-RS), líder da Bancada na Câmara dos Deputados


SecretĂĄrio Nacional de Saneamento acompanha processo de financiamento para obras em Pernambuco

SecretĂĄrio Nacional de Saneamento acompanha processo de financiamento para obras em Pernambuco

Henrique Pires foi recebido pelo presidente da Compesa, Roberto Tavares, na sede da companhia

 

O secretário Nacional de Saneamento, do Ministério das Cidades, Henrique Pires, fez na manhã desta quarta-feira (24) uma visita ao presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Roberto Tavares, na sede da empresa, no bairro de Santo Amaro. O secretário veio ao Recife para acompanhar o andamento dos contratos de financiamento para dez obras de saneamento firmados no dia 29 de dezembro do ano passado, em Brasília, que beneficiarão ao todo 18 municípios pernambucanos, recursos captados diretamente pela Compesa na seleção da Instrução Normativa 14, no valor de R$ 384 milhões. Durante o encontro, Henrique Pires demonstrou satisfação pela celeridade do governo Paulo Câmara para iniciar os processos de licitação de algumas obras, com recursos da Caixa Econômica Federal/FGTS. O secretário Nacional de Saneamento também garantiu a Tavares que irá se empenhar para destravar os recursos para obras de saneamento vinculados ao Ministério das Cidades. 

 

O presidente da Compesa, Roberto Tavares, explicou ao secretário que dois desses projetos já estão com licitações em andamento, para a escolha das empresas que executarão as obras: a Adutora do Alto Capibaribe e a adutora Caetés-Capoeiras. ”Cumpriremos a meta colocada pelo governador Paulo Câmara de iniciar as obras nos próximos 90 dias”, informou Tavares. 

 

No detalhamento da Adutora do Alto Capibaribe para o secretário Henrique Pires, o presidente da Compesa ressaltou que a obra é alternativa encontrada pelo Governo de Pernambuco para acelerar a chegada da água da Transposição do Rio São Francisco em nove cidades da região do Agreste Setentrional, que apresentam situação crítica de abastecimento decorrente dos sete anos consecutivos de seca: Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Jataúba, Taquaritinga do Norte, Vertentes, Frei Miguelinho, Santa Maria do Cambucá e Vertente do Lério, além do Distrito de São Domingos, pertencente à Brejo da Madre de Deus.