Teste de publicidades

NOTA PÚBLICA DO FÓRUM MUNICIPAL POPULAR DE EDUCAÇÃO DO RECIFE

NOTA PÚBLICA DO FÓRUM MUNICIPAL POPULAR DE EDUCAÇÃO DO RECIFE


Gleisi Hoffmann: Em defesa da Democracia e da Constituição

Gleisi Hoffmann: Em defesa da Democracia e da Constituição

PT conclama forças democráticas do País a repelir gravíssima manifestação do general Hamilton Mourão, que pregou publicamente uma intervenção militar

 

Em nota assinada pela presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), o Partido dos Trabalhadores conclama as forças democráticas do País a repelir, com veemência, a gravíssima manifestação do general Hamilton Mourão, que pregou publicamente uma intervenção das Forças Armadas sobre as instituições da República.

Leia a nota na íntegra:

Em defesa da Democracia e da Constituição

O Partido dos Trabalhadores conclama as forças democráticas do País a repelir, com veemência, a gravíssima manifestação do general chefe da Secretaria de Economia e Finanças do Exército Brasileiro, Hamilton Mourão.

Ao pregar publicamente uma intervenção das Forças Armadas sobre as instituições da República, um novo golpe militar, este oficial não só desrespeita os regulamentos disciplinares, mas fere frontalmente a Constituição e ameaça seriamente a Democracia.

O episódio, ocorrido sexta-feira (16) numa reunião em Brasília, é ainda mais grave porque o general Mourão afirma que suas posições correspondem às do Comandante Geral e do Alto Comando do Exército.

Cabe recordar que, em outubro de 2015, por fazer manifestação no mesmo sentido antidemocrático, este personagem foi punido com a perda do Comando Militar do Sul, o que demonstrou, na época, o isolamento de suas posições.

A nova transgressão requereria imediatas providências por parte do Comando-Geral do Exército e do Ministério da Defesa, para ratificar o compromisso das Forças Armadas com a Constituição e impedir que fatos como estes se repitam. Preocupa, em especial, a omissão do governo golpista ante esse fato gravíssimo, pois até agora não houve manifestação ou ação das autoridades competentes em relação ao assunto.

O que o Brasil precisa é recuperar o processo democrático rompido com o golpe do impeachment; precisa de eleições diretas com a participação de todas as forças políticas, e não retornar a um passado sombrio que tanto custou superar.

Gleisi Hoffmann
Presidenta nacional do Partido dos Trabalhadores


Assembleia debate situação dos bancos públicos nesta segunda (18)

Assembleia debate situação dos bancos públicos nesta segunda (18)

A Assembleia Legislativa de Pernambuco realizará audiência pública, nesta segunda-feira (18), a partir das 9h, sobre a importância dos bancos públicos para a agricultura, a moradia e o desenvolvimento econômico e social do Brasil. O debate, proposto pela deputada estadual Teresa Leitão (PT), acontecerá no âmbito da Comissão de Administração Pública. Na ocasião, a deputada irá assinar requerimento para a criação da Frente Parlamentar em Defesa dos Bancos Públicos em Pernambuco.

 

A audiência vai ressaltar a importância das instituições financeiras estatais, como o Banco do Brasil, no apoio à agricultura; a Caixa Econômica, no financiamento da casa própria; e do Banco do Nordeste, no empréstimo ao pequeno empresário. A audiência vai contar com a presença de representantes do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, da Confederação Nacional dos Bancários e de outras entidades da sociedade civil.

 

 

Serviço

 

Tema: A importância dos bancos públicos para o Brasil

Quando: Segunda-feira, 18 de setembro, às 9h

Onde: Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco. | Auditório Sérgio Guerra, Edf. Governador Miguel Arraes de Alencar, Rua da União – Boa Vista, Recife


“O PT mudou a vida dos brasileiros”, diz Marília

“O PT mudou a vida dos brasileiros”, diz Marília

por Taciana Carvalho/Leia Já

A vereadora petista também falou que Lula está sendo acusado sem provas

vereadora do Recife Marília Arraes (PT) não se intimida ao defender a legenda da qual faz parte. Mais uma vez, ela que esteve ao lado de Lula durante toda a caravana que fez em Pernambuco, defendeu o ex-presidente durante entrevista concedida à Rádio Jornal, na tarde desta sexta-feira (15). Ela afirmou: “Lula está sendo acusado sem provas”. 

A petista falou que, antes, o diálogo com a população estava difícil quando se tratava da imagem da sigla, mas que hoje a visão é outra. “Hoje em dia a população está vendo que o PT não foi quem inventou a corrupção. O PT mudou a vida dos brasileiros, foi quem dobrou as vagas nas universidades públicas e que ampliou o Fies. Foi um projeto de governo que prezou em diminuir as desigualdades. Sem dúvida, o PT tem uma força muito grande associada com a mudança de vida que tiveram”, declarou.

Ela também falou sobre um livro que reúne mais de 100 colaboradores em defesa do ex-presidente Lula e contra sentença do juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato na primeira instância. 

Marília não poupou o governador Paulo Câmara (PSB). “Falta liderança de um governador em tomar à frente e tentar mobilizar a sociedade. Está terminando o mandato e não começou a governar. Esse é um dos motivos de que não vamos apoiar o PSB”, alfinetou. 


Secretaria da mulher: Mulheres do PTPE realizam encontro para eleger novas dirigentes da instância

Secretaria da mulher: Mulheres do PTPE realizam encontro para eleger novas dirigentes da instância

Por Cátia oliveira/PT-PERNAMBUCO

Neste sábado, 16, às 9h, na Sede do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Informática, Processamento de Dados e Tecnologia da Informação de Pernambuco ( Sindpd-PE),  a Secretaria de Mulheres do PT realiza encontro estadual para eleger a nova secretária, o coletivo e as delegadas ao encontro nacional.

Concorrem ao pleito quatro chapas: Lute como uma Mulher Feminista, Petista, Popular e Socialista; Renovar para Fortalecer a Luta das MulheresPor um Partido Feminista, Popular e Socialista, além da Mulheres para Tempos de Guerra – À serviço do PT Feminista Democrático, Socialista e Revolucionário.

As petistas Aline FagundesPaula Menezes e Suely Oliveira, atual secretária da mulher do PT Pernambuco concorrem ao cargo de Secretária nesta eleição.

As ativistas, de diferentes chapas,  defendem o fortalecimento da secretaria e o diálogo da instância com os demais setoriais e esferas do partido.

Para Aline Fagundes é importante trazer para secretaria a pauta feminista para discuti-la dentro do partido. “Sabemos como é difícil as mulheres estarem nos espaços de poder. E uma das lutas da secretaria deve ser para o fortalecimento das mulheres nestes espaços”, afirmou. Conforme Aline “a secretaria também tem o papel de promover formação, dialogar com o partido e garantir os direitos das mulheres dentro das instâncias partidárias, observando a paridade, tanto nas instâncias internas do partido quanto nas questões eleitorais”. Para a candidata, a secretaria ainda deve objetivar a descentralização do debate, abrangendo cada vez mais mulheres no interior do estado.

“Um espaço para debater e fortalecer as próprias mulheres frente ao machismo instalado em diversas instâncias no partido”, ressalta Paula Menezes. De acordo com Paula, é importante que a secretaria atue tanto dentro do partido quanto nas comunidades, isto de forma efetiva junto com as bases, para que possa contribuir com o empoderamento das mulheres para que elas possam conquistar o espaço que merecem dentro da legenda.

“É a volta do PT para as bases. E a secretaria tem sua parte de contribuição para isso. Tudo que for trabalhando, tudo que for discutido internamente deve ser expandido para fora do partido, para as mulheres da base para fortalecer as mesmas”, reitera.

Segundo Suely Oliveira, a secretaria tem um papel de formação da mulheres, de formação feminista, em busca da igualdade entre mulheres e homens dento e fora do partido, com atuação junto ao movimento de mulheres. Suely aponta ainda que a instância deve estabelecer um diálogo permanente com cada um dos setoriais e demais secretarias, a exemplo do setorial Direitos Humanos, o de Combate ao Racismo, LGBT, entre outros. “As mulheres lésbicas, bissexuais e transexuais são as mulheres que mais sofrem em decorrência das fobias em relação à diversidade sexual. Da mesma forma as mulheres negras e em relação ao aborto são as que mais padecem por conta da não legalização”, explica.

Veja abaixo algumas das propostas das chapas e os perfis de cada candidata (em ordem alfabética)

Lute como uma mulher Feminista, Petista, Popular e Socialista

· Ampliar a participação das mulheres do interior do estado na secretaria de mulheres
· Implementar as secretarias municipais de mulheres
· Acompanhamento político- estrutural e jurídico das candidaturas de mulheres para as eleições
· Reuniões itinerantes da secretaria estadual de mulheres nas cidades-polo de Pernambuco
· Garantir o debate feminista e paritário dentro das instâncias

Renovar para Fortalecer a Luta das Mulheres

· Descentralização do debate da secretaria, para que ela não debata apenas internamente e tenha trabalhos expandidos para outros municípios.

· Empoderamento das mulheres nas comunidades indo também em busca dos espaços que as mulheres ocupam, tanto nos movimentos sociais, sindicais, para um permanente diálogo.

· Construir a unidade com todas as forças de mulheres que atuam dentro do partido para realizar ações conjuntas.

Por um partido Feminista, Popular e Socialista

· Combater o sexismo e todas as formas de discriminação e exclusão, lutando por uma educação não sexista
· Levar propostas de políticas públicas para representantes do partido nas casas legislativas e prefeituras petistas
· Promover a formação de quadros e capacitação de militantes
· Lutar pelo fim da divisão sexual do trabalho com vistas à democratização do mercado de trabalho, buscando superar as relação desiguais, para conquista da autonomia econômica das mulheres.

Mulheres para Tempos de Guerra – À serviço do PT Feminista Democrático, Socialista e Revolucionário

· Posicionar o PT enquanto partido socialista que entende a importância da luta das mulheres na luta geral pela transformação da sociedade exige uma Secretaria de Mulheres que trabalhe incansavelmente pela ampliação da participação das mulheres militantes e filiadas ao partido em suas atividades.

· Envolver o conjunto do PT no apoio a luta das mulheres exige que a Secretaria participe regularmente dos fóruns de direção do PT, a exemplo das reuniões do Diretório Regional e da Comissão Executiva Estadual, e nestas reuniões pautar as lutas e ações que as mulheres do PT protagonizam.

Definir de forma coletiva e democraticamente um plano de trabalho anual, e se dar amplo conhecimento ao partido, para democratizar a informação e se alargar as vias de participação das mulheres nas atividades.

· Fortalecer a Secretaria de Mulheres do PT com uma dinâmica essencialmente inclusiva. Estreitar as relações com as petistas que atuam nos movimentos sociais e em entidades da sociedade civil.

 

PERFIS

Aline Fagundes, 36 anos, é formada em pedagogia. É feminista e atua no movimento de mulheres. Aline é a atual coordenadora do Fórum de Mulheres de Pernambuco, gestão 2015-2017. Nas eleições do PED, em 2012, foi presidente pelo PT da zona eleitoral que compreende os bairros de Ibura e Jordão (segunda maior região eleitoral do Recife). Foi candidata a vereadora pelo Recife, em 2016, defendendo o voto feminista pelos direitos das mulheres.

Paula Menezes, 39, iniciou a militância aos 17 anos junto à comunidade de Santo Amaro, filiando-se ao PT com 18 anos. Como ativista nas ações do partido, participou da juventude do PT, atuando tanto nas eleições, quanto na construção das atividades e discussões da legenda. Participou do Fórum de Mulheres de Pernambuco e da Articulação de Mulheres Brasileiras –AMB, atuando ainda na Marcha Mundial das Mulheres e na Marcha das Margaridas, entre outros espaços de luta feminista pelos direitos das mulheres e contra a violência de gênero. Formada como Promotora Legal Popular, por Organização Não-governamental cujo projeto visava levar debates nas comunidades sobre combate a violência conta a mulher, empoderamento e esclarecimento da legislação relacionada ao tema. Participou de grupos de formação no projeto Mulheres da Paz, do governo do estado em 2010. Foi uma das fundadoras do Coletivo de Mulheres da Alternativa Socialista Democrática ASDP, uma das correntes petistas no estado. Em 2012 assumiu a coordenação do coletivo, onde desenvolve até hoje ações junto às mulheres das comunidades. Atualmente, faz parte da coordenação do movimento de habitação Resiste Santo Amaro, bairro onde vive.

Suely Oliveira é feminista, antirracista e bissexual. Foi subsecretária de Articulação Política e Institucional na Secretaria de Políticas para as Mulheres no governo Lula (2003-2007) e participou do grupo de Trabalho que criou a Lei Maria da Penha. É uma das fundadoras do Partido dos Trabalhadores em Pernambuco, do Fórum de Mulheres de Pernambuco e da Articulação de Mulheres Brasileiras. Foi membro do Conselho Curador da Fundação Perseu Abramo. Desde os anos oitenta luta por uma sociedade mais justa para mulheres e homens, pela diversidade sexual, pelo fim do machismo e contra o patriarcado.


Revista IstoÉ Dinheiro premia a Compesa, pela 2ª vez, como a melhor empresa de saneamento do país

Revista IstoÉ Dinheiro premia a Compesa, pela 2ª vez, como a melhor empresa de saneamento do país

Anuário As Melhores da Dinheiro 2017 também avaliou a companhia como a melhor em Sustentabilidade Financeira e Responsabilidade Social


A filosofia de gestão adotada pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) iniciada no Governo Eduardo Campos e reforçada no Governo Paulo Câmara, tem trazido reconhecimento nacional e resultados concretos. Depois de ganhar o título da Revista Época no mês de agosto passado, a Compesa foi eleita a melhor empresa de Saneamento do país pela Revista IstoÉ Dinheiro, na 15ª edição do anuário As Melhores da Dinheiro 2017. O presidente da companhia, Roberto Tavares, recebeu o prêmio na noite de ontem (14), durante cerimônia realizada no Espaço Tom Brasil, em São Paulo, que ainda revelou a Compesa como a melhor nos quesitos Sustentabilidade Financeira e Responsabilidade Social. Essa foi a segunda vez que a Compesa ganhou esse prêmio. No ano de 2015 a empresa também foi a vencedora do setor, disputando com todas as empresas de saneamento do país, públicas e privadas.

Mesmo num cenário extremamente adverso, com as crises hídrica, política e econômica, a companhia tem se mantido fiel na estratégia estabelecida e encontra-se sólida para enfrentar os desafios que lhe são impostos. Para garantir o alto volume de investimentos e o equilíbrio financeiro da companhia, Roberto Tavares lembra que foi preciso a Compesa ter muita disciplina. "Em 2016 enfrentamos um ano dificílimo. Diante da seca prolongada, perdemos receita em muitos municípios que entraram em situação de colapso e ainda tivemos que gastar mais para não deixar a população dessas cidades sem atendimento", lembra.

Pernambuco é um Estado com um dos piores balanços hídricos do país, tendo a disponibilidade de água por habitante num valor menor que o considerado crítico pela ONU. A estratégia adotada pela companhia tem sido a integração e o investimento em tecnologia. Cada vez mais são necessárias intervenções para transpor água por centenas de quilômetros de uma região para outra, aumentando custos de energia elétrica para bombear a água e exigindo mais eficiência na operação. "Nesse contexto, foi preciso rever os contratos de serviços terceirizados e implantar mais tecnologia, acelerando nosso programa de automação das unidades, tornando o sistema mais eficiente. Para operar 24 horas por dia, uma unidade pequena necessita de um esquema de plantão que envolve, pelo menos, quatro funcionários e um supervisor. Com a automação, podemos ter operação volante e supervisionar à distância, usando a telemetria", informa Tavares. Das 700 estações de bombeamento em operação da companhia, mais de 200 já estão automatizadas. A meta é chegar a 500 unidades, tendo em vista que para as unidades de grande porte é necessário manter funcionários atuando na operação.

Na área de esgotamento sanitário o programa de expansão da companhia é bastante audacioso, mais que triplicar a cobertura em todo o Estado nas duas próximas décadas. “Nos últimos dez anos fizemos um alto volume de investimentos em expansão e melhorias no saneamento em Pernambuco, já passamos dos R$ 6 bilhões investidos. Em 2013, iniciamos a nossa Parceria Público-Privada (PPP), a maior da área do saneamento, para ampliar o esgotamento sanitário na Região Metropolitana e Goiana, saindo de 30% para 90% de cobertura, em 12 anos, com 100% de tratamento. Estamos falando de um investimento adicional da ordem de R$ 5 bilhões”, contextualiza Roberto Tavares, informando que a Compesa tem a concessão de 172 dos 184 municípios de Pernambuco. Só em 2016, os investimentos feitos pela companhia, foram de R$ 491 milhões. No mesmo período (2016), o faturamento da companhia passou de R$ 1,4 bilhão e o lucro líquido alcançou R$ 146 milhões.

Responsabilidade Social

A Compesa também lidera o ranking de Responsabilidade Social no setor de Saneamento do anuário As Melhores da Dinheiro 2017. “Estamos mantendo um diálogo muito franco com a população no nosso estado, que possui um balanço hídrico muito ruim. Pernambuco é um estado de contrastes. As chuvas ocorrem de forma desequilibrada, tanto na distribuição ao longo do ano, como nas regiões do estado. Esse contraste nos obriga a ter um plano estratégico de interconexão dos sistemas, para que a gente dependa menos dos regimes de chuvas”, observa Roberto Tavares.

Há alguns anos, a companhia fez mudanças na filosofia de execução de obras para interagir e se comunicar melhor a sociedade civil sobre essas intervenções. “Muitas vezes as pessoas não têm ideia para que uma determinada obra serve. Só conseguem enxergar o transtorno provocado pela obra, como quebrar a rua e abrir buracos. As obras de saneamento dialogam com a saúde pública, com a valorização imobiliária, com o bem-estar da sociedade, e a preservação do meio ambiente. Buscamos mostrar isso a população e essa postura melhorou muito o nosso relacionamento com o cliente”, explica Tavares, informando que a empresa criou a Diretoria de Articulação e Meio Ambiente, conduzida por Aldo Santos, para cuidar dos programas de responsabilidade social e educação ambiental.

Em 2010, a Compesa iniciou o atendimento à população também pelas redes sociais. A companhia mantém perfis oficiais no Twitter, Facebook e Instagram que, além de informações sobre os serviços de água e esgoto, responde também as demandas registradas pelos clientes. A Compesa, inclusive, é a companhia de saneamento que possui o maior número de seguidores no Twitter, mais de 65 mil. A empresa foi a primeira a disponibilizar um aplicativo, o Compesa Mobile, para a população solicitar serviços de vazamentos, enviando uma foto georrefereciada e em tempo real para a companhia.


CUMARU-PE: Vereador Gilvan da Malhadinha vai a Audiência Publica na ALEPE e vai defender a desativação do lixão do Sitio Sarafim

CUMARU-PE: Vereador Gilvan da Malhadinha vai a Audiência Publica na ALEPE e vai defender a desativação do lixão do Sitio Sarafim

 No próximo dia 20 de setembro, o vereador Gilvan da Malhadinha ira a ALEPE- Assembleia Legislativa de Pernambuco, participar de audiência publica da comissão de meio ambiente e sustentabilidade, que terá a finalidade de debater "o Cumprimento do Plano Nacional dos Resíduos Sólidos e a Real Situação dos Municípios", durante a audiência o vereador Gilvan da Malhadinha, vai mais uma vez defender a desativação do lixão do sitio Sarafim.   
Preocupado com a situação dos moradores do sitio Sarafim, o vereador Gilvan da Malhadinha encaminhou a chefe do executivo de Cumaru, requerimento, a fim de solicitar da mesma, a imediata desativação de toda a área que abriga o referido Lixão municipal.

Dilson Peixoto: Silvio Costa, cuide de seu partido porque do PT já tem quem cuide

Dilson Peixoto: Silvio Costa, cuide de seu partido porque do PT já tem quem cuide

Ao deputado Silvio Costa:

 

Conheço o deputado Silvio Costa desde a década de 80, quando fui seu aluno de Química. Depois, nos encontramos nas disputas políticas. Em 1988, por exemplo, fui candidato a vice-prefeito do Recife, na chapa do meu amigo Humberto Costa e, Silvio, candidato a vereador pelo PTB, não recordo se apoiava Joaquim Francisco (PFL) ou João Coelho (PDT). Anos depois, em 1995, assumi o primeiro mandato de vereador do Recife e convivi com Silvio. Em lados opostos. Enquanto eu militava na oposição ao então prefeito Jarbas Vasconcelos, ele (Silvio) era da base de apoio. O mesmo, durante o mandato de Roberto Magalhães. Os papéis se inverteram na primeira gestão de João Paulo. Eu compunha a base de apoio do governo e Silvio Costa era um dos líderes da oposição.
O tempo foi passando e o deputado foi se aproximando da esquerda. Estivemos juntos nas eleições que deram a vitória a Eduardo Campos e na eleição municipal de 2008 que elegeu João da Costa como prefeito do Recife. Voltamos a estar em campos opostos em 2012: o PT lançou a candidatura de Humberto Costa e ele apoiou Geraldo Júlio. Em 2014, estivemos juntos, novamente. Apoiamos a candidatura a governador de Armando Monteiro Neto. Silvio teve uma participação importante na resistência ao impeachment da presidenta Dilma e tem uma atuação destacada na oposição ao governo Temer.
Pois bem, no dia 13 último o deputado Silvio Costa publicou artigo no Blog de Jamildo sob o título: a aliança PSB-PT em Pernambuco é um escárnio. 
Inicialmente, quero agradecê-lo pela preocupação com os rumos e as decisões a serem levadas adiante pelo Partido dos Trabalhadores no nosso estado e no nosso país. Amigos de verdade agem assim, alertando os riscos que podem advir de suas decisões. Quero, portanto, tranquilizar o deputado Silvio Costa: o PT em Pernambuco sabe o que quer e tem unidade suficiente para trilhar o seu caminho, na OPOSIÇÃO ao governo estadual comandado pelo PSB e contra o governo golpista de Michel Temer. Tanto que agora em julho, no Congresso que contou com a participação de 300 delegados de todo o estado, aprovamos, por unanimidade, uma resolução política que prevê a construção de um palanque de oposição a ser discutido com partidos democrático-populares, aos quais apresentaremos a nossa posição por uma candidatura petista ao Governo do Estado. Esse palanque, entretanto, não comportará políticos e partidos de direita, nem parceiros do golpe que apeou a presidenta Dilma, nem quem defenda o corte dos direitos dos trabalhadores.
Entretanto, não posso me furtar a dizer que não precisamos de ‘conselhos’ ou bravatas de quem quer que seja, sobretudo de quem, por exemplo, votou favorável a PEC 55 que congela por 20 anos os gastos públicos com saúde, educação e políticas sociais, cujos malefícios já se fazem sentir em todo o país.
Concluo sugerindo ao amigo Silvio Costa, que direcione suas preocupações e seus esforços para impedir a coligação bizarra ora em plena montagem em nosso estado, da qual um seu amigo e líder político é peça chave. Essa sim deveria ser uma ‘cruzada’ levada a cabo pelo nosso Dom Quixote pernambucano. Trata-se, caro amigo, da rearticulação da velha direita pernambucana, daqueles que, por exemplo, nunca aceitaram a ascensão de Miguel Arraes! Imagine deputado, um palanque hegemonizado pelo PSDB, PMDB, DEM, PPS e demais satélites, onde o PTB e seus partidos aliados (PTN, PRB, PTdoB) estejam juntos! 
Dependendo de quem analisa, isso sim é escárnio! 

 

DILSON PEIXOTO, Secretário de Assuntos Institucionais do PT-PE.


COMPESA: Centro do Recife recebe obras de melhoria do abastecimento de água

COMPESA: Centro do Recife recebe obras de melhoria do abastecimento de água

Bairros do Recife, Boa Vista, Santo Amaro, Ilha do Leite e Coelhos serão contemplados. A  intervenção inicia na pista local da Agamenon Magalhães para implantar nova rede de distribuição até a Rua Francisco Alves

 

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) inicia, hoje (14), uma obra para levar melhorias ao sistema de abastecimento de água dos bairros dos Coelhos e Ilha do Leite, no Recife. A intervenção começará na pista local da Avenida Agamenon Magalhães - próximo ao cruzamento com a Rua Senador José Henrique – e seguirá pela Rua Francisco Alves, até chegar à Rua Frei Matias Teves. Para diminuir o impacto no trânsito, ficou estabelecido que os serviços serão sempre realizados no período noturno, no horário das 20h às 5h, até o dia 29 de setembro, prazo previsto para concluir essa etapa da obra. Será necessária a interdição parcial da via, ou seja, de apenas uma faixa da rua. Os motoristas deverão fazer o desvio na pista local da Agamenon Magalhães, conforme sinalização. De manhã, ao final dos serviços, as valas serão fechadas e a rua será liberada para o tráfego de veículos. Nesse primeiro trecho, uma equipe formada por dez profissionais vai assentar 230 metros de rede de distribuição de água. 

A rede que será implantada, a partir da Avenida Agamenon Magalhães, terminará na Rua dos Coelhos e terá ao todo 1,1 mil metros de extensão e 300 milímetros de diâmetro. As novas tubulações reforçarão o fornecimento de água para os bairros dos Coelhos e Ilha do Leite, denominado de Distrito 23. “Essa obra vai beneficiar só nesses dois bairros mais de 20 mil pessoas. Com as ações de setorização na rede de abastecimento, as pressões nas tubulações são equalizadas, reduzindo também as perdas do sistema e a frequência de vazamentos”, explica a gerente de Obras da Compesa, Roselene Carneiro.

Com esta intervenção, a Compesa concentra agora as ações do Lote 1 das Obras de Setorização do Recife no Centro da cidade: Ilha do Leite, Coelhos, Santo Amaro e Bairro do Recife. Também faz parte do Lote 1, a área de Setúbal, em Boa Viagem, Zona do Sul do Recife. As ações na rede de distribuição buscam modernizar e aumentar o controle operacional do sistema por meio da instalação de dispositivos de medição de vazão e pressão, dividindo essas áreas em cinco setores distintos de abastecimento de água. A previsão é concluir todo Lote 1 até o dia 30 de abril de 2018. Até lá, serão implantados quase seis mil metros de tubulações, substituídos mais de 4,2 mil ramais prediais, e instalados macromedidores e Válvulas Redutoras de Pressão (VRPs). Essa obra recebe o investimento de R$ 10,6 milhões, recursos do FGTS/ Caixa Econômica, e vai beneficiar mais de 112 mil pessoas.


Luciano Duque: COM A COERÊNCIA DE QUEM ESTÁ AO LADO DO POVO, VAMOS TER CANDIDATURA PRÓPRIA

Luciano Duque: COM A COERÊNCIA DE QUEM ESTÁ AO LADO DO POVO, VAMOS TER CANDIDATURA PRÓPRIA

Com todo respeito aos que acreditam haver uma aliança do PT com qualquer partido para a disputa do Governo Estadual, quem pensa assim está completamente equivocado, e certamente, se deixando influenciar pelos boatos que escuta nas antessalas dos gabinetes que frequentam, criando um tsunami onde não cabe uma marolinha.

Está cada vez mais clara a posição que defende a maioria da base petista e toda a direção do partido em Pernambuco, e se a gente for olhar para o retrovisor da recente história, vamos apenas nos convencer que o PT vai seguir o caminho da coerência, sem ter que se justificar por estar junto de quem embarcou no impeachment ou de quem embarcou nas reformas impopulares que assolam os direitos dos trabalhadores brasileiros.

Justamente por ser coerente, que vamos ter candidatura própria em 2018, e ela tem nome, sobrenome, uma trajetória vitoriosa e caminha lado a lado com o povo. E para tranquilizar aqueles que estão com dificuldades de encontrar o caminho a seguir, faço o convite para vir construir junto com a gente uma frente que represente uma alternativa real para o povo do nosso Estado, somando-se a um movimento que já existe e que vai apresentar a pré-candidatura de Marília Arraes ao povo pernambucano, para que a nossa gente possa voltar a ter esperança e acreditar novamente em um futuro melhor.

Sei que o estresse acumulado pelos duros embates no dia a dia da política criam dificuldades para que essas pessoas enxerguem a realidade e leiam de forma sensata a conjuntura política de Pernambuco. Particularmente, estou muito tranquilo quanto ao caminho que estamos trilhando, e podem ter certeza, vamos eleger Marília Arraes Governadora de Pernambuco e Lula Presidente do Brasil, construindo um palanque com todos aqueles e aquelas que estejam despidos de vaidades e projetos pessoais, olhando apenas para o futuro, de mãos dadas, seguindo os ensinamentos de Arraes, que de todas as alianças que fez nunca deixou de valorizar a mais importante, com o povo que mais precisa e que tanto espera dos seus governantes.

 

Luciano Duque

Prefeito de Serra Talhada

 
 

   Município de Toritama receberá água pela Adutora do Agreste até o fim deste mês

Município de Toritama receberá água pela Adutora do Agreste até o fim deste mês

A principal obra que irá permitir a regularização do abastecimento de água do município de Toritama, o Lote 4 da Adutora do Agreste, que corresponde ao trecho entre Caruaru e Toritama, está prestes a ser concluído. As obras que estão sendo executadas às margens da BR 104, próximo a Toritama, foram visitadas hoje (13), pelo diretor Técnico e de Engenharia da Compesa, Rômulo Aurélio, que foi acompanhar de perto o andamento das intervenções. Segundo ele, faltam apenas 300 metros de adutora a ser assentada sob a ponte do Rio Capibaribe. “Após  a conclusão desse trabalho, faremos a interligação do sistema com a adutora de Tabocas para entrar em operação com a água vinda do Sistema Prata/Pirangí”, informou o diretor.

 

A expectativa da Compesa é concluir essas intervenções ainda em setembro para que Toritama seja beneficiada com a melhoria do abastecimento de água, cumprindo uma meta estabelecida pelo governador Paulo Câmara quando esteve na região. A cidade será a primeira contemplada com a antecipação do uso da Adutora do Agreste, projetada para operar a partir da Transposição do Rio São Francisco.

 

Toritama, que estava em colapso desde outubro do ano passado, após sete anos consecutivos de estiagem que fizeram a Barragem de Jucazinho secar, passou a receber água emergencialmente do Sistema Sirijí, na Mata Norte, no final de agosto deste ano. “Isso permitiu que 40% da cidade voltasse a ser abastecida, em rodízio. Os outros 60% do município passarão a ter água nas torneiras com a finalização do  trecho da  Adutora do Agreste, a partir da interligação com o Sistema Prata/Pirangi”, informou Rômulo Aurélio Souza.

 

O trecho Caruaru-Toritama da Adutora do Agreste é um dos sete lotes da obra em andamento no Estado que possui, no total, 20 frentes de trabalho. “Essa obra depende de repasse do Governo Federal para ser tocada. Recebemos, do início do ano até agora apenas R$ 56 milhões, quando nossa expectativa era de R$ 360 milhões em 2017. Estamos bastante preocupados com a irregularidade dos repasses para não frustrar a população do Agreste”, afirmou Rômulo Aurélio.


ZÉ DIRCEU NÃO PRECISA DE INOCÊNCIA, JOSÉ DIRCEU PRECISA DE JUSTIÇA! (Por Fernando Neto)

ZÉ DIRCEU NÃO PRECISA DE INOCÊNCIA, JOSÉ DIRCEU PRECISA DE JUSTIÇA! (Por Fernando Neto)

"Não chores, meu filho;
Não chores, que a vida
É luta renhida:
Viver é lutar.
A vida é combate,
Que os fracos abate,
Que os fortes, os bravos
Só pode exaltar."
 
Canção de Tamoio, Gonçalves Dias.
 
Se você não conhece "Canção do Tamoio", poema de Gonçalves Dias, sugiro descobri-lo, ninguém o representa melhor do que José Dirceu. Um homem "preso" desde 1968 - lutando contra os abusos de uma ditadura militar, para libertar, mesmo aqueles que, hoje, o julgam, mesmo os que o condenam. Grande parte da sociedade brasileira e mundial não conhecem seus dominadores, seus obsessores, seus julgadores, mas, José Dirceu os reconhece.  Como outros poucos personagens da história, Dirceu compreendeu o quão profundo, e dura, é a dinâmica da luta de classes, e isso lhe dá autoridade e propriedade para enfrentar qualquer julgamento:  “-Só luta por uma causa quem tem valor. Os que brigam por interesse têm preço. Não que não me custe dor, sofrimento, medo e às vezes pânico, porém, prefiro morrer que rastejar e perder a dignidade”, afirma Zé. Compreendam o significado de "Lutar" em seu sentido mais profundo, para além de armas, conflitos, lutar é, acima de tudo, conquistar Direitos e construir um país. É preciso entender que não haverá liberdade enquanto houver um sequer oprimido, não haverá liberdade enquanto o Estado Democrático de Direito não for uma instituição pétrea, irrevogável, inalterável, com respeito a vontade popular e a soberania nacional. Não existe país soberano que retira do mais fraco para manter os regalos dos mais ricos, ou pior, liquide suas riquezas naturais; dissolvendo seu patrimônio para o mercado especulativo internacional, destruindo sua defesa nacional, seu parque industrial, entregando sua floresta a exploração indiscriminada, seu material de conteúdo nacional (minério, petróleo, água, energia, etc), no fim, não existirá mais um país, por isso, sempre que tem a oportunidade Zé Dirceu denuncia o desmonte do Estado, a quebra do pacto social, a destruição da carta constituinte.
 
Tenham certeza, José Dirceu luta pela própria defesa como se lutasse pelo direito de cada brasileiro defender-se de forma digna, justa e equânime, exatamente o contrário do que vem acontecendo nos últimos tempos. Quando a justiça se adequá ao caso para julgar e incriminar interesses políticos, de poder e por vaidade, mostra claramente a fragilidade de nossas instituições, a pequenez de quem exerce função pública em nosso país e o risco diário que corremos, de sermos julgados por nossa condição social, financeira, de gênero, ideológica, de credo e de identidade. Não há moralidade na exceção, tudo é legal de acordo com o julgador.  Este é o exemplo e o recado que o Ministério Público Federal, o TRF4 e o Juízo Criminal de Curitiba vêm nos dando. É preciso cerrar fileiras com os perseguidos. Chegou a hora de fazer valer a solidariedade, de unir-se a luta de quem, desde a ação penal 470, enfrenta a mentira, o ódio, a narrativa da grande mídia, o interesse escuso, e nunca revelado, da política e do mercado.
 
José Genoíno, Delúbio Soares, Zé Dirceu e João Paulo Cunha assumiram pra si o confronto direto contra a mentira, a ação de quem tem como alvo destruir os interesses da classe trabalhadora, queimando seus direitos, atingindo o maior partido de esquerda da América Latina,  e, consequentemente, desmontando a imagem de Luiz Inácio Lula da Silva.
São estes os alvos prediletos do mercado, que pretendem excluí-los da política para não atrapalharem as reformas criminosas propostas por quem golpeou a presidência da república, apeiam a classe trabalhadora e os mais pobres deste país em nome de seus interesses.
 
João Vaccari Neto e José Dirceu de Oliveira e Silva personificam a continuidade deste processo político, alcunhado pelo poder judiciário, instrumentalizado pela grande imprensa e forjado pelo que existe de mais reacionário no campo de direita da política nacional. José Dirceu e todos os outros companheiros não são o fim deste processo, são meio para atingir um objetivo já anunciado:"exterminar uma raça" que não cansa de resistir. É preciso ter unidade na ação e na luta para revertermos um cenário de destruição social. Garantir o direito de ampla defesa, o processo legal, a Constituição Federal representa hoje a defesa da sociedade, do povo brasileiro e de toda classe trabalhadora, porém, ainda é pouco. Ao campo de esquerda nacional é necessário resiliência, capacidade de analise e ações estratégicas que suportem e fortaleçam a resposta nas ruas e nas urnas (se houver).
 
Quem nos acusam e nos julgam buscam na simbologia e nos signos de seus atos respaldo popular e assim disputam a narrativa do julgador, anunciando antecipadamente sua sentença pela grande imprensa ou até mesmo por filme, inédito no mundo, retratando em tempo real um julgamento em andamento antecipando principalmente seu resultado final. Defender nossos companheiros é defender a si próprio e a seu igual, é lutar pelo direito de liberdade e por seu direito de defesa.
 
Marchem de cabeça erguida e os punhos serrados!!! José Dirceu traz na pele as cicatrizes das durezas  da vida, José Dirceu não precisa de inocência, José Dirceu precisa de justiça, justiça ao povo brasileiro!
 
Por Fernando Neto - Militante da esquerda e do Partido dos Trabalhadores.