Teste de publicidades

Terceirização é tema da  entrevista de Sérgio Goiana  na rádio Globo neste sábado

Terceirização é tema da entrevista de Sérgio Goiana na rádio Globo neste sábado

A aprovação da terceirização ilimitada pela Câmara Federal nesta semana será um dos temas abordados no Programa Brasil de Fato na rádio globo neste sábado (25). O Dia Mundial da Água, celebrado no dia 22 de março, também está na pauta das edições do programa.

Das 7h às 8h, os pernambucanos acompanham a programação direto do Recife na Rádio Globo 720 AM, com reprise no domingo no mesmo horário.

Sérgio Goiana, secretário do Sindicato de Servidores Públicos de Pernambuco (Sindsep) e diretor da Central Única dos Trabalhadores (CUT) no estado. O ouvinte confere também os impactos das mudanças em linhas de ônibus da capital.

Os programas estarão disponíveis também na internet no site da Radioagência Brasil de Fato.


Líder Comunitário denuncia  as obras parada desde 2012 do habitacional da Vila Independência em Nova Descoberta-Recife

Líder Comunitário denuncia as obras parada desde 2012 do habitacional da Vila Independência em Nova Descoberta-Recife

Por Marcos Pailto Batista

A MARCA DO DESCASO ... 
"Desde 2012 que a Prefeitura do Recife paralisou as obras do Habitacional da Vila Independência em Nova Descoberta. Diante disso, DENUNCIE hoje no SHOW DE RÁDIO com Edvaldo Morais pela Rádio Folha Fm 96.7, para que a equipe do Prefeito Geraldo Julio pressione o Ministro Bruno Araújo para a liberação do convênio para a construção das habitações. Hoje centenas de famílias estão recebendo apenas R$ 200,00 de auxílio moradia que não dá para alugar se quer um barraco de palafitas..."


Compesa participará de evento nacional para negociação de dívidas

Compesa participará de evento nacional para negociação de dívidas

A Compesa será uma das empresas participantes do evento nacional para negociação de dívidas e recuperação de créditos, que acontece a partir da próxima segunda-feira (27) e segue até o dia 2 de abril. O Liquida Dívidas, organizado pela Serasa Consumidor, sugere que as dívidas sejam quitadas utilizando o FGTS (Fundo de Garantia de Tempo de Serviço). O governo federal liberou o saque das contas inativas, a partir deste mês e segue até julho, de acordo com a data de nascimento. Para o cliente da Compesa, o feirão será uma oportunidade para renegociar seus débitos com o dinheiro extra, além de condições especiais para colocar sua conta de água em dia.

 

Oito lojas de atendimento da Compesa localizadas na Região Metropolitana do Recife participam do evento: Boa Vista, Largo da Paz, Dois Irmãos, Olinda, Paulista, Abreu e Lima, Prazeres e Cabo de Santo Agostinho. A expectativa da Compesa é recuperar, no período, 10% do total das dívidas dos clientes com a empresa, ou seja, o valor de R$ 8,5 milhões. Hoje, cerca de 170 mil clientes possuem débitos com a companhia, gerando uma dívida de aproximadamente R$ 85 milhões.

 

A previsão é que essa ação nacional beneficie mais de 10,1 milhões de brasileiros que têm direito a sacar o FGTS e quitar suas dívidas. Mais informações sobre o evento, consulta do FGTS e do CPF, e dos canais de negociação disponíveis pelos parceiros do Liquida Dívidas, acesse: www.serasaconsumidor.com.br/liquidadividas. Para consultar se há saldo disponível no FGTS, basta informar o número do CPF e data de nascimento no site www.contasinativas.caixa.gov.br/pages/inter/home.html.

 

 

SERVIÇO:

Feirão Liquida Dívidas na Compesa (lojas de atendimento participantes)

 

Loja Boa Vista Av. Conde da Boa Vista, nº 1099-A, Boa Vista (mesma galeria da Loja de Atendimento da Celpe)

 

Loja Olinda Av. Getúlio Vargas, nº 895, Bairro Novo (ao lado do banco Santander após o supermercado Extra sentido Cidade/Olinda)

 

Loja Largo da Paz Praça largo da Paz, s/n, Afogados (loja fica em frente à Igreja de Afogados no meio da praça)

 

Loja Dois Irmãos Rua Farias Neves, s/n, Dois Irmãos (próximo ao LAFEPE)

 

Loja Paulista Av. Senador Salgado Filho, nº52, Centro (em frente ao Fórum de Paulista)

 

Loja Abreu e Lima Av. Brasil, nº 935, Centro (em frente ao Templo Central da Assembleia de Deus)

 

Loja Prazeres Estrada da Batalha, nº 4232, Prazeres (após o cruzamento com Armindo Moura e antes do viaduto)

 

Loja Cabo de Santo Agostinho Rua Visconde Campo Alegre, nº 93, Centro (próximo ao posto da Celpe)


 Deputados do PSB que hoje envergonha a história de luta de Miguel Arraes.

Deputados do PSB que hoje envergonha a história de luta de Miguel Arraes.

 O PSB envergonha qualquer nordestino, deputados do Psb votando contra a classe trabalhadora, essa a homenagem no centenário de Arraes. PSB agora é direita golpista. Decepção total.


  Cidade de Bezerros volta a ser abastecida pela rede de distribuição de água

Cidade de Bezerros volta a ser abastecida pela rede de distribuição de água

Após um pouco mais de dois meses de colapso, a cidade de Bezerros, no Agreste, passa a ser abastecida novamente pela rede de distribuição de água. A obra da Transposição do Rio Sirinhaém para o Sistema Brejão foi executada em tempo recorde pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) e entrou na fase de testes ontem (23) à tarde. O empreendimento estava previsto para ser concluído em julho deste ano, mas já está operando e voltou a fornecer água pelas tubulações. O bairro do Cruzeiro foi o primeiro a receber água nas torneiras. Para retirar Bezerros do colapso, o governo de Pernambuco investiu R$ 2,1 milhões para executar a obra emergencial, iniciada no dia 13 de janeiro deste ano.

 

A cidade estava sendo atendida por estações de abastecimento, tipo chafarizes, que eram supridas com a água retirada do volume morto da Barragem Brejão - manancial que fornecia água para Bezerros - que está com menos de 2% da sua capacidade total. A previsão era que Brejão só teria água para manter essa operação apenas por mais dez dias. "Foi preciso muito esforço e empenho dos técnicos da Compesa para finalizar essa obra antes do prazo e livrar a cidade da situação do colapso total, em função da estiagem que já dura seis anos no estado. Agora estamos na fase de testes, momento que serão feitos ajustes e vamos acompanhar como se comporta a operação do sistema", explica o diretor Regional do Interior da Compesa, Marconi de Azevedo.

 

Para antecipar o início da operação, a obra foi executada em jornada de trabalho estendida, inclusive, nos finais de semana. A Compesa também utilizou um conjunto de motobombas do próprio almoxarifado para realizar a captação de água na bacia do Rio Sirinhaém, no município da Barra de Guabiraba. Para reabilitar o Sistema Sirinhaém/ Brejão, ainda foi implantada uma subestação elétrica e realizada a recuperação da Estação Elevatória de Água Bruta do Rio Sirinhaém. De lá, a água segue por uma adutora com cerca de nove quilômetros de extensão até a Estação Elevatória Brejão, na cidade de Sairé, onde é bombeada até a Estação de Tratamento de Água (ETA) Bezerros.

 

O sistema está contribuindo com a vazão de 110 litros de água por segundo para o abastecimento de Bezerros. "Após a fase de pré-operação, que deve durar cerca de dez dias, vamos estudar o novo calendário de abastecimento para Bezerros e divulgá-lo para a população", informa o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Ricardo Malta.

 

Tratamento - A ETA Bezerros também está sendo modernizada e ampliada para aumentar a sua capacidade de tratamento de 160 l/s para 370 l/s, com a construção de novas unidades de filtração, adaptações no canal de chegada de água bruta e na unidade de decantação, além da implantação de novas instalações para desinfecção. A obra já está 50% concluída e é executada com o investimento de R$ 8,5 milhões do Governo Federal, Governo do Estado e Compesa. A previsão é que esta ampliação seja concluída em dezembro deste ano. 


TODOS NA RUA CONTRA A TERCEIRIZAÇÃO

TODOS NA RUA CONTRA A TERCEIRIZAÇÃO

O coordenador do MTST - Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto, Guilherme Boulos, divulgou vídeo em que anuncia convocação da Frente Brasil Popular e da Frente Povo Sem Medo - Nacional para uma mobilização nacional em protesto contra o projeto de lei de terceirização irrestrita, aprovado pela Câmara nessa quarta-feira, 22. O dia Nacional de Mobilização contra a terceirização será no próximo dia 31.


O que a Lava Jato tem feito pelo Brasil

O que a Lava Jato tem feito pelo Brasil

Lula, Rui Falcão, juristas, economistas, sindicalistas e cientistas políticos avaliam como a Operação se desvia de seus proclamados objetivos iniciais


CNBB: Reforma da Previdência escolhe caminho da exclusão social

CNBB: Reforma da Previdência escolhe caminho da exclusão social

A Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou, nesta quinta-feira, dia 23 de março, uma nota sobre a Reforma da Previdência. No texto, aprovado pelo Conselho Permanente da entidade, os bispos elencam alguns pontos da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, considerando que a mesma “escolhe o caminho da exclusão social” e convocam os cristãos e pessoas de boa vontade “a se mobilizarem para buscar o melhor para o povo brasileiro, principalmente os mais fragilizados”.

Em entrevista coletiva à imprensa, também foram apresentadas outras duas notas. Uma sobre o foro privilegiado e outra em defesa da isenção das instituições filantrópicas. Na ocasião, a Presidência da CNBB falou das atividades e temas de discussão durante a reunião do Conselho Permanente, que teve início na terça-feira, dia 21 e terminou no fim da manhã desta quinta, 23.

Apreensão

Na nota sobre a PEC 287, a CNBB manifesta apreensão com relação ao projeto do Poder Executivo em tramitação no Congresso Nacional. “A previdência não é uma concessão governamental ou um privilégio. Os direitos Sociais no Brasil foram conquistados com intensa participação democrática; qualquer ameaça a eles merece imediato repúdio”, salientam os bispos.

O Governo Federal argumenta que há um déficit previdenciário, justificativa questionada por entidades, parlamentares e até contestadas levando em consideração informações divulgadas por outros governamentais. Neste sentido, os bispos afirmam não ser possível “encaminhar solução de assunto tão complexo com informações inseguras, desencontradas e contraditórias”. 

A entidade valorizou iniciativas que visam conhecer a real situação do sistema previdenciário brasileiro com envolvimento da sociedade.

Leia na íntegra:

 

NOTA DA CNBB SOBRE A PEC 287/16 – “REFORMA DA PREVIDÊNCIA”

 

“Ai dos que fazem do direito uma amargura e a justiça jogam no chão”
 (Amós 5,7)

 

O Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB, reunido em Brasília-DF, dos dias 21 a 23 de março de 2017, em comunhão e solidariedade pastoral com o povo brasileiro, manifesta apreensão com relação à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, de iniciativa do Poder Executivo, que tramita no Congresso Nacional.

O Art. 6º. da Constituição Federal de 1988 estabeleceu que a Previdência seja um Direito Social dos brasileiros e brasileiras. Não é uma concessão governamental ou um privilégio. Os Direitos Sociais no Brasil foram conquistados com intensa participação democrática; qualquer ameaça a eles merece imediato repúdio.

Abrangendo atualmente mais de 2/3 da população economicamente ativa, diante de um aumento da sua faixa etária e da diminuição do ingresso no mercado de trabalho, pode-se dizer que o sistema da Previdência precisa ser avaliado e, se necessário, posteriormente adequado à Seguridade Social.

Os números do Governo Federal que apresentam um déficit previdenciário são diversos dos números apresentados por outras instituições, inclusive ligadas ao próprio governo. Não é possível encaminhar solução de assunto tão complexo com informações inseguras, desencontradas e contraditórias. É preciso conhecer a real situação da Previdência Social no Brasil. Iniciativas que visem ao conhecimento dessa realidade devem ser valorizadas e adotadas, particularmente pelo Congresso Nacional, com o total envolvimento da sociedade.

O sistema da Previdência Social possui uma intrínseca matriz ética. Ele é criado para a proteção social de pessoas que, por vários motivos, ficam expostas à vulnerabilidade social (idade, enfermidades, acidentes, maternidade...), particularmente as mais pobres. Nenhuma solução para equilibrar um possível déficit pode prescindir de valores éticos-sociais e solidários. Na justificativa da PEC 287/2016 não existe nenhuma referência a esses valores, reduzindo a Previdência a uma questão econômica.

Buscando diminuir gastos previdenciários, a PEC 287/2016 “soluciona o problema”, excluindo da proteção social os que têm direito a benefícios. Ao propor uma idade única de 65 anos para homens e mulheres, do campo ou da cidade; ao acabar com a aposentadoria especial para trabalhadores rurais; ao comprometer a assistência aos segurados especiais (indígenas, quilombolas, pescadores...); ao reduzir o valor da pensão para viúvas ou viúvos; ao desvincular o salário mínimo como referência para o pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC), a PEC 287/2016 escolhe o caminho da exclusão social.

A opção inclusiva que preserva direitos não é considerada na PEC. Faz-se necessário auditar a dívida pública, taxar rendimentos das instituições financeiras, rever a desoneração de exportação de commodities, identificar e cobrar os devedores da Previdência. Essas opções ajudariam a tornar realidade o Fundo de Reserva do Regime da Previdência Social – Emenda Constitucional 20/1998, que poderia provisionar recursos exclusivos para a Previdência.

O debate sobre a Previdência não pode ficar restrito a uma disputa ideológico-partidária, sujeito a influências de grupos dos mais diversos interesses. Quando isso acontece, quem perde sempre é a verdade. O diálogo sincero e fundamentado entre governo e sociedade deve ser buscado até à exaustão.   

Às senhoras e aos senhores parlamentares, fazemos nossas as palavras do Papa Francisco: “A vossa difícil tarefa é contribuir a fim de que não faltem as subvenções indispensáveis para a subsistência dos trabalhadores desempregados e das suas famílias. Não falte entre as vossas prioridades uma atenção privilegiada para com o trabalho feminino, assim como a assistência à maternidade que sempre deve tutelar a vida que nasce e quem a serve quotidianamente. Tutelai as mulheres, o trabalho das mulheres! Nunca falte a garantia para a velhice, a enfermidade, os acidentes relacionados com o trabalho. Não falte o direito à aposentadoria, e sublinho: o direito — a aposentadoria é um direito! — porque disto é que se trata.” 

Convocamos os cristãos e pessoas de boa vontade, particularmente nossas comunidades, a se mobilizarem ao redor da atual Reforma da Previdência, a fim de buscar o melhor para o nosso povo, principalmente os mais fragilizados.

Na celebração do Ano Mariano Nacional, confiamos o povo brasileiro à intercessão de Nossa Senhora Aparecida. Deus nos abençoe!

 

Brasília, 23 de março de 2017.

 

 

Cardeal Sergio da Rocha
Arcebispo de Brasília
Presidente da CNBB

 

Dom Murilo S. R. Krieger, SCJ
Arcebispo de São Salvador da Bahia
Vice-Presidente da CNBB

 

Dom Leonardo Ulrich Steiner, OFM
Bispo Auxiliar de Brasília
Secretário-Geral da CNBB


Deputados federais de Pernambuco traidores da classe trabalhadora, que votaram a favor da terceirização

Deputados federais de Pernambuco traidores da classe trabalhadora, que votaram a favor da terceirização

Esses são os deputados federais de Pernambuco que continuam atacando os direitos da classe trabalhadora, dessa vez aprovaram a terceirização sem limites nas empresas e no serviço público

 

Votaram pelo SIM

André de Paula (PSD)
Augusto Coutinho (SD)
Carlos Eduardo Cadoca (PDT)
Eduardo da Fonte (PP)
Fernando Monteiro (PP)
Guilherme Coelho (PSDB)
Jarbas Vasconcelos (PMDB)
Jorge Côrte Real (PTB)
Marinaldo Rosendo (PSB)
Pastor Eurico (PHS)
Ricardo Teobaldo (PTN)
Zeca Cavalcanti (PTB)

 


NOTA DE ESCLARECIMENTO DA DEFESA DO JORNALISTA EDUARDO GUIMARÃES

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA DEFESA DO JORNALISTA EDUARDO GUIMARÃES

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA DEFESA DO JORNALISTA EDUARDO GUIMARÃES 

Informamos que o juiz Sérgio Moro acabou de publicar uma decisão por meio da qual reconhece que Eduardo Guimarães é jornalista e, em tom de arrependimento, afirma ser "o caso de rever o posicionamento anterior e melhor delimitar o objeto do processo".

Como consequência, determinou a exclusão de "qualquer elemento probatório relativo à identificação da fonte de informação".

Dessa forma, o magistrado voltou atrás e reconheceu a tese alegada pela Defesa desde o início dessa investigação, admitindo ter tomado medidas ilegais.

Após o levantamento do sigilo dos autos, cumpre-nos informar fato extremamente grave. 

Antes de ser conduzido coercitivamente, o jornalista Eduardo Guimarães teve o sigilo de suas ligações telefônicas violado. O magistrado determinou que a operadora de celular informasse seu extrato telefônico, com o objetivo claro de identificar a fonte que teria passado a informação divulgada no blog.

É importante ressaltar que a fonte jornalística foi identificada mediante quebra de sigilo dos extratos telefônicos do Eduardo Guimarães.

Portanto, a decisão não corresponde à realidade ao afirmar que Eduardo "revelou, de pronto, ao ser indagado pela autoridade policial e sem qualquer espécie de coação, quem seria a sua fonte de informação".

Basta perceber que o próprio juiz Sérgio Moro agora reconhece a ilegalidade das medidas tomadas visando à obtenção prévia da fonte de informação, para concluir que houve nítida coação ilegal no ato de seu depoimento.

Está devidamente comprovado que, na ocasião do depoimento, as autoridades já tinham conhecimento da sua fonte de informação, obtido mediante o emprego de meios que o próprio magistrado agora assume serem ilegais.

Não bastasse tamanha arbitrariedade, a autoridade policial sequer aguardou a chegada deste advogado para iniciar o depoimento.

Assim, é evidente a ilegalidade deste depoimento, cuja anulação será oportunamente requerida pela Defesa, bem como a restituição de todos os equipamentos eletrônicos ilegalmente apreendidos.

Caso se julgue necessário, estaremos à inteira disposição para prestar novos esclarecimentos, pois não há dúvida de que o jornalista Eduardo Guimarães agiu de acordo com a ética de sua profissão.


FERNANDO HIDEO I. LACERDA
OAB/SP 305.684


Condução coercitiva do blogueiro Eduardo Guimarães visa atacar Lula

Condução coercitiva do blogueiro Eduardo Guimarães visa atacar Lula

A equipe de comunicação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgou uma nota em que classifica como mentirosas as acusações de que o blogueiro Eduardo Guimarães teria informado sobre a iminência de sua condução coercitiva e da execução de mandados de busca e apreensão. Confira na íntegra:

“MAIS UMA ARMAÇÃO CONTRA LULA

É falsa a notícia de que o blogueiro Eduardo Guimarães teria avisado a assessoria do ex-presidente Lula sobre a iminência de sua condução coercitiva e da execução de mandados de busca e apreensão, ocorridas em 4 de março de 2016. Estes episódios surpreenderam não apenas o ex-presidente, mas o Brasil e o mundo, por sua violência e ilegalidade.

As informações que Eduardo Guimarães publicou no Blog da Cidadania, em 26 de fevereiro de 2016, diziam respeito exclusivamente à quebra de sigilo fiscal e bancário do Instituto Lula, do ex-presidente, filhos, amigos e colaboradores, incluindo empresas destas pessoas.

“Sessão judiciária do Paraná. 13a Vara Federal de Curitiba. Pedido de quebra de sigilo de dados bancários, fiscais e/ou telefônicos. Requerente: Ministério Público Federal. Acusado: Luiz Inácio Lula da Silva e seguem-se mais ou menos 40 nomes. A partir daí o juiz [Moro] passa a detalhar o pedido. Vou agora ao deferimento, que é o que interessa. Defiro o requerido e decreto a quebra do sigilo bancário e fiscal de: (seguem 43 nomes)”

Foram exclusivamente estas as informações que Guimarães apresentou à assessoria do Instituto Lula. Ele procurou a assessoria para confirmar se os nomes listados eram realmente de pessoas próximas ao ex-presidente. Este procedimento é uma prática normal de repórteres e blogueiros. A assessoria do Instituto Lula recebeu e ainda recebe inúmeras solicitações de jornalistas tentando confirmar informações sobre supostas ações da Lava Jato em relação ao ex-presidente.

A coerção exercida contra o blogueiro Eduardo Guimarães esta semana revela um movimento para tentar imputar, mais uma vez, ao ex-presidente Lula, condutas que ele jamais teve. Revela também o desespero dos acusadores de Lula, que, após dois anos de investigações abusivas e até ilegais, não encontraram nenhuma prova contra ele e nem sequer um depoimento desabonador, depois que 73 testemunhas de defesa e acusação foram interrogadas pelo juiz Moro”.

No Plenário, o deputado Paulo Pimenta destacou que não se pode minimizar a gravidade da ação autorizada por Sérgio Moro. Pimenta diz que o juiz “de maneira inédita, ilegal, absurda, provocou uma situação que não tivemos no Brasil sequer na ditadura” ao obrigar o blogueiro a revelar suas fontes. Confira abaixo:

 

 

Da Redação da Agência PT de notícias


 Vereadora do Recife Marília Arraes PT e o Presidente da CUT-PE Carlos Veras  juntos na cidade de João Alfredo na luta contra a reforma da previdência

Vereadora do Recife Marília Arraes PT e o Presidente da CUT-PE Carlos Veras juntos na cidade de João Alfredo na luta contra a reforma da previdência

Do Blog Agreste Mix
 
Mais uma audiência pública foi realizada, desta vez aconteceu nesta quarta feira (22), na cidade de João Alfredo Agreste Setentrional do estado e contou com a presença da Vereadora do Recife Marília Arraes e do presidente da CUT-PE Carlos Veras. 
Os trabalhadores e trabalhadoras, em especial a juventude que mandou um recado para os deputados federais não acabarem com a previdência pública. 
 
As audiências são realizadas nas câmaras municipais de vereadores, elas têm o intuito de divulgar os efeitos da Reforma, pressionar os vereadores, prefeitos e lideranças dos municípios se posicionarem e ligarem para os deputados federais pedindo para votar contra a reforma, já que eles são os principais cabos eleitorais dos deputados, Também é constituído um documento que é assinado pelos vereadores e prefeito. É necessário neste momento atacar as bases eleitorais dos deputados federais.
 
Sabemos que reconhecer a luta que os sindicatos estão travando em defesa da democracia e dos direitos da classe trabalhadora.
 
 O fruto das atividades realizadas no dia 15 que a votação que estava prevista em primeiro turno para o dia 28/03 foi adiada, não é por acaso que o golpista Temer, nesta terça 21 anunciou a retiradas dos servidores públicos municipais e estaduais da proposta da reforma da Previdência, mesmo sabendo que isso é mais uma tentativa de dividir os trabalhadores e tirar a responsabilidade do governo federal e jogar para os estados e municípios.
 

 

Não se deixe enganar se passar esta criminosa emenda a constituição os municípios e estados serão obrigados a se adequarem as novas regras que vai esta prevista na constituição.