Teste de publicidades

Pacientes denunciam situação precária de alimentação da clínica de hemodiálise Davita (conveniada ao sus)  no Recife

Pacientes denunciam situação precária de alimentação da clínica de hemodiálise Davita (conveniada ao sus) no Recife

Os Pacientes denunciam que na ultima segunda-feira (6) a clinica deixou de fazer a alimentação dos pacientes (lanche) no prédio da clinica e terceirizou o fornecimento da alimentação, antes o cardápio dos pacientes incluía, sopa, cuscuz, batata doce, papa..., com a mudança os pacientes passaram a receber todos os dias pão, para um paciente que tem diabete o pão de farinha branca todos os dias e perigoso a saúde dos pacientes segundo as endocrinologistas e nutricionistas , mais para a nutricionista da Davita, o paciente renal diabético pode comer pão todos os dias, uma recomendação totalmente errada que fatalmente vai trazer risco de vida aos pacientes, os pacientes solicita ao Ministério Publico de Pernambuco através da Promotoria de Saúde, para cobrar da Clinica Davita, um cardápio balanceado de acordo com as necessidades nutricionais de cada pacientes, a Clinica Davita, funciona no prédio da Santa Casa de Misericórdia do Recife, Av. Cruz Cabugá, 1563 - Santo Amaro, Recife - PE


Deputada Teresa Leitão (PT), propõe CPI para averiguar irregularidades no transporte público

Deputada Teresa Leitão (PT), propõe CPI para averiguar irregularidades no transporte público

Teresa Leitão comprometeu-se com os movimentos sociais e sindicais presentes na audiência que discutiu o transporte público no Estado em buscar assinaturas para a criação de uma CPI. 

Deputada propõe CPI para averiguar irregularidades no transporte público

Assunto foi discutido na Comissão de Negócios Municipais da Assembleia Legislativa de Pernambuco, realizada na manhã desta quarta-feira (8) 

TRANSPORTE PÚBLICO | Audiência pública é para abrir espaço para cidadãos e cidadãs se posicionarem na plenária. Estas fotos são uma parte dos que falaram. O representante do Consórcio Metropolitano de Transportes disse que “faltou papel para anotar tantas sugestões e reclamações” dos presentes. Também garantiu que todas as questões serão levadas para as instâncias políticas da gestão estadual. O mandato da deputada Teresa Leitão também vai monitorar e cobrar providências de tudo que foi discutido neste debate público, dada a indignação das lideranças populares, estudantis e sindicais presentes. #democraciasempre#transportepublico #transporte de #qualidade #paratodos

A imagem pode conter: 7 pessoas

PT-PERNAMBUCO realiza plenárias regionais neste final de semana em Carpina e Jaqueira

PT-PERNAMBUCO realiza plenárias regionais neste final de semana em Carpina e Jaqueira

A Direção Estadual do PT Pernambuco está realizando encontros regionais, em cidades polo no interior do estado, tendo como prioridade a discussão política e organizativa. Estas plenárias visam ao enfrentamento da atual conjuntura, além do fortalecimento do protagonismo do PT na construção de um projeto para Pernambuco, na disputa de 2018, conforme a resolução aprovada pelo Diretório Estadual por unanimidade em julho de 2017.

As próximas plenárias ocorrerão sábado domingo dias 11 e 12, às 9h30, em Carpina e Jaqueira. Ou seja, na região da Mata Norte, Agreste setentrional e Mata Sul.  A de Carpina será realizada na Fetape, Avenida Drº. José Otávio, Bairro do Cajá – próximo ao Parque de Eventos. A de Jaqueira acontece na escola municipal Aécio Barros de Oliveira, Avenida Dorinha Rodrigues, S/N, margem do Rio Pirangi. Participam das atividades, além do presidente do PTPE, Bruno Ribeiro, o senador Humberto Costa, o prefeito petista de Jaqueira, Marivaldo, lideranças petistas estaduais e da região, presidentes dos diretórios municipais (DM) e a direção partidária dos DMs.


PAUTA

Nos encontros serão discutidos o fortalecimento do partido onde já existem diretórios municipais, o apoio a atuação dos prefeitos e vereadores, além da reorganização partidária com eleições extraordinárias para os diretórios onde o PT não está organizado.

Entre os municípios envolvidos no encontro de Carpina, na Mata Norte e Agreste Setentrional, estão Aliança, Buenos Aires, Camutanga, Carpina, Chã de Alegria, Condado, Ferreiros, Glória do Goitá, Goiana, Itambé, Lagoa de Itaenga, Paudalho, Timbaúba, Tracunhaém, Itaquitinga, Lagoa do Carro, Macaparana, Nazaré da Mata e Vicência.

Em Jaqueira, Mata Sul, participam petistas de Bom Jardim, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, Frei Miguelinho, João Alfredo, Limoeiro, Machados, Orobó, Passira, Salgadinho, Santa Maria do Cambucá, São Vicente Férrer, Surubim, Vertente do Lério e Vertentes.

Além do debate político, a direção vai ouvir da base partidária a situação nos municípios e orientar quanto a organização de diretórios municipais onde ainda não existe, apresentará a campanha nacional de filiação e a plataforma Brasil que o povo quer,  para construção de um programa de governolançada pela Fundação Perseu Abramo e a Direção Nacional do PT.


Presidentes da CUT e FETAPE rechaçam apoio do PT à reeleição do Governador Paulo Câmara

Presidentes da CUT e FETAPE rechaçam apoio do PT à reeleição do Governador Paulo Câmara

Por Blog do Nill Júnior

 

Se depender dos Presidentes da CUT-PE Carlos Veras e Doriel Barros da FETAPE, o PT terá candidatura própria ao governo de Pernambuco em 2018.

Falando a Anchieta Santos na Rádio Cidade FM, o tabirense Carlos Veras, pré-candidato a Deputado Federal diz não ser contra a política de alianças, mas cita que a coligação da última eleição estadual prejudicou o PT que hoje não tem nenhum representante na Câmara Federal.

“Pela fragilidade do Governo Paulo Câmara, e pelo voto do PSB a favor impeachment, então o melhor caminho será a candidatura própria”, disse o sertanejo. Questionado sobre a possível aliança do PT com o PMDB em 8 estados para a eleição de 2018, o Presidente da FETAPE Doriel Barros disse que o Partido do Presidente Temer, na condição de adesista inveterado não surpreende.

“Surpresa mesmo foi o PSB de PE, estado que mais recebeu do Governo Lula e mesmo diante das acusações contra o ex-presidente, não publicou uma só nota de solidariedade”, disse.

Questionado sobre a “cara fechada” do Senador Humberto Costa durante encontro do Partido em Serra Talhada que serviu para defender o nome de Marília Arraes, Doriel revelou que logo depois uma reunião aconteceu para esclarecer o mal estar. “No PT todos estão do mesmo lado, em defesa da candidatura própria”.

Defendendo a inocência de Lula, os Presidentes da CUT e da Fetape reforçaram que não existe plano B e que o ex-presidente será o candidato do PT em 2018.

Mesmo dizendo respeitar a posição do Prefeito Sebastião Dias (PTB) por já ter o seu Federal (Ricardo Teobaldo), Carlos Veras disse que o PT teve participação importante da vitória do gestor tabirense e que vem conversando com o vice-prefeito Jose Amaral, com o ex-prefeito Josete e outras lideranças da Cidade das Tradições.


Medida Provisória proposta pelo Governo Federal pode desestruturar o Setor de Saneamento, alerta a Aesbe

Medida Provisória proposta pelo Governo Federal pode desestruturar o Setor de Saneamento, alerta a Aesbe

Representantes da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe) e de diversas associações que atuam na área de saneamento expuseram, na manhã de hoje (7), no Ministério das Cidades, os riscos que a medida provisória para revisar a Lei nº 11.445/2007, que estabelece diretrizes nacionais para o saneamento, pode trazer ao setor. Segundo Roberto Tavares, presidente da Aesbe e da Compesa, a minuta da medida provisória não foi efetivamente discutida com os operadores e suscita diversas preocupações quanto ao enfrentamento dos maiores problemas do setor, chegando a trazer mais insegurança para o sistema atual.

O principal problema da Medida Provisória apresentada pelo Ministério das Cidades é o dispositivo que obriga o município a consultar previamente a iniciativa privada  sobre o interesse em operar o sistema, em substituição à Empresa Estadual ou Municipal. “Isso fará com que os municípios superavitários sejam disputados  pelas empresas privadas e os demais, pequenos e mais carentes, fiquem com as Companhias Estaduais, afetando diretamente o preço das tarifas para os mais necessitados”, alertou o presidente da Aesbe. O subsídio cruzado é o sistema que permite aplicar um único preço para todos os municípios  de um Estado, onde as operações rentáveis compensam as deficitárias. Com a mudança desse artigo, fica em risco a sustentabilidade das empresas e a manutenção de tarifas módicas.

Na ocasião, os presidentes da Sabesp, Jerson Kelman, e da Sanepar, Mounir Chaowiche, também manifestaram suas preocupações quanto a essa separação “do filé para as empresas privadas e o osso para as Estaduais” além da falta de previsão de indenização pelos ativos não amortizados.

Para a Aesbe, vários dispositivos, do ponto de vista legal, extrapolam a competência da União, afetando o já combalido Pacto Federativo, ao promover a interferência da Lei Federal em diversos assuntos de competência dos Estados e do Município.

O presidente da Aesbe aponta também para o enorme risco de judicialização das proposições, pois a matéria questiona decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), relativa a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) nº 1842, que trata da competência para a prestação dos serviços de saneamento em Regiões Metropolitanas e Sistemas Integrados. A minuta da medida provisória vai de encontro ao entendimento do Supremo, gerando ainda mais insegurança jurídica.

Em razão desses e de outros fatos relevantes, a Aesbe propôs ao governo federal que a alteração do marco legal do saneamento seja realizada por meio de processo legislativo ordinário, com ampla discussão pela sociedade e pelos diversos atores envolvidos no setor.  A minuta da Medida Provisória pode ser vista no site da Aesbe (www.aesbe.org.br).


COMPESA: Obra emergencial de esgoto interdita rua em Boa Viagem

COMPESA: Obra emergencial de esgoto interdita rua em Boa Viagem

Um trecho da Rua Professor Eduardo Wanderley Filho, no bairro de Boa Viagem, será interditado a partir das 22h de hoje (7/11), para a realização de um serviço emergencial na rede coletora de esgoto, que está danificada no cruzamento com a Avenida Engenheiro Domingos Ferreira, em Boa Viagem.

A Compesa em parceria com a  BRK Ambiental,  fará a  recuperação de três metros da tubulação de esgoto, que possui 300 milímetros de diâmetro e está a mais de três metros de profundidade.

 

O local estará sinalizado e os motoristas deverão estar atentos ao desvio que será realizado pela Rua Francisco Cunha, seguindo pela Rua Aristídes Muniz. A previsão é de concluir o serviço até a próxima sexta-feria (10/11).


Blog do Eduardo Nino na campanha Novembro Azul de combate ao câncer de próstata

Blog do Eduardo Nino na campanha Novembro Azul de combate ao câncer de próstata

Novembro Azul  é uma campanha de prevenção contra o câncer de próstata. O tema da ação é  “Um toque, um drible”, com o intuito de conscientizar os homens da necessidade de fazer o exame preventivo. Pontos turísticos, pontes, monumentos históricos, prédios, equipamentos públicos e instituições privadas são iluminados com a cor azul e panfletos que explicam o que é o movimento são distribuídos.

É o segundo tipo de tumor que mais ocorre nos homens,  e pode ser descoberto a partir do exame de toque. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) aponta que em 2012 houve mais de 60 mil novos casos no Brasil. Em torno de três quartos dos diagnósticos são feitos em homens com mais de 65 anos. Se detectado o tumor, apenas a biópsia pode confirmar o câncer. Se descobertos no início, 90% dos casos são curáveis.

Não apresentam sintomas na fase inicial. Quando surgem se parecem com o crescimento benigno da próstata, que é a necessidade de urinar mais vezes, porém com dificuldade. Depois e certo desenvolvimento, provoca dor nos ossos, infecção generalizada ou insuficiência renal.
O tratamento depende do estágio que estará o problema, podendo ser realizado com cirurgia, radioterapia, tratamento hormonal.

Origem
O movimento surgiu na Austrália em 2003, aproveitando as comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, que ocorre dia 17 de novembro.
Assim como outubro é marcado como mês de combate ao câncer de mama com o Outubro Rosa, novembro marca a campanha de conscientização aos homens, esclarecendo a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Moustache + November
Durante todo o mês de novembro, os indagados na campanha deixam seus bigodes crescer, podendo raspar apenas no início de dezembro. A atitude deles faz parte do “Movember” (em inglês a fusão de moustache  november, bigode e Novembro respectivamente), que está presente no Novembro Azul ajudando na conscientização.


Teresa Leitão: Alepe debaterá situação do transporte público

Teresa Leitão: Alepe debaterá situação do transporte público

A Comissão de Negócios Municipais da Assembleia Legislativa realizará uma audiência pública para discutir o transporte público na Região Metropolitana do Recife e no Estado. O debate será nesta quarta-feira (8/11) às 9h, no auditório Alepe. A solicitação foi feita pela deputada estadual Teresa Leitão (PT) ao presidente do colegiado, o deputado Rogério Leão (PR). 
 
Teresa, por sua vez, atendeu a uma solicitação da Frente de Lutas pelo Transporte Público. Dentre autoridades e instituições, foram convidados o Grande Recife Consórcio, a empresa Urbana PE e o Sindicato dos Rodoviários. O debate também contará com a presença de movimentos estudantis e de trabalhadores, principais afetados pela qualidade do transporte público. 
 
A audiência pública está marcada para as 09h da quarta-feira, 08 de novembro, e será realizada no Auditório  Sérgio Guerra, no 1º Andar do Ed. Miguel Arraes, Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco, Rua da União, 397 Boa Vista, Recife – Pernambuco.

Gleisi Hoffmann: Um crime contra pessoas com deficiência e idosos

Gleisi Hoffmann: Um crime contra pessoas com deficiência e idosos

Elites que sustentam Temer dizem não entender os motivos de Lula ser tão amado e merecedor de tanto respeito e carinho por parte do povo brasileiro 

 

As entidades da sociedade civil que integram o Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS) estão se mobilizando para informar às famílias contempladas com o Benefício da Prestação Continuada (BPC) que elas têm até o dia 31 de dezembro deste ano, cerca de um mês e meio, para se recadastrarem no Cadastro Único (CadÚnico) dos programas do Governo Federal, sob pena de perderem o direito a essa renda de um salário mínimo mensal. Quem deveria estar fazendo esse chamado abertamente, e com muita propaganda, é o governo.

O governo é que deveria fazer o recadastramento das famílias e a fiscalização adequada para garantir que realmente o benefício chegue a quem necessita. São beneficiários do BPC as pessoas com deficiência, de qualquer idade, e idosos com 65 ou mais, que não recebam aposentadoria. Esses beneficiários não precisam ter contribuído para a Previdência Social, mas as famílias têm de comprovar renda de até ¼ do salário mínimo por pessoa (nos valores atuais, R$ 234,25).

O BPC está previsto na Constituição de 1988, mas esse direito só foi sancionado e regulamentado nos governos do Presidente Lula, respectivamente em 2003 e 2007. A regulamentação e a inclusão de centenas de milhares de famílias foram fatores que ajudaram a melhorar a inclusão social e a reduzir a desigualdade de renda no País.

O problema é que a determinação de recadastramento é de julho de 2016 e o governo não realizou nenhuma campanha de divulgação para alertar as famílias sobre o recadastramento e também para o risco de perda do direito, caso elas não consigam realizar a tempo sua inclusão no CadÚnico do município e atualizar seus dados. É previsível que, desinformadas, as pessoas não façam a atualização do cadastro e tenham seus benefícios cortados.

Esses benefícios chegam atualmente a milhões de pessoas. Podemos ter uma grande catástrofe social se a equipe de Michel Temer levar a cabo a suspensão dos benefícios para quem não se recadastrar. Só para dar um exemplo, em Belo Horizonte-MG, há 14.500 beneficiários do BPC. Apenas 1.400 formalizaram seu recadastramento até agora. Essa proporção (menos de 10%) se repete nas demais capitais e no interior dos estados.

Não informar as pessoas é uma estratégia de omissão covarde e criminosa, que será responsável pelo aumento da miséria, do empobrecimento e da fome no Brasil. A falta de campanha por parte do governo para divulgar o recadastramento vai certamente diminuir o número de beneficiários. Essa é, aliás, a intenção maldosa do governo: diminuir as “despesas” orçamentárias. Farão isso enganando e ludibriando a população que mais precisa.

Estamos preparando medidas, inclusive judiciais, para exigir que o governo prorrogue o prazo para esse recadastramento e, ao mesmo tempo, promova campanhas nacionais e municipais para informar aos beneficiários da necessidade de eles participarem do recadastramento, que pode melhorar o sistema. Mas de uma forma justa, sem essa “pegadinha do mal” com o intuito de cortar benefícios de quem sequer está informado sobre essa determinação do governo e tanto precisa dessa política pública para sobreviver.

As elites que sustentam o cruel (des)governo de Temer dizem não entender os motivos de Lula ser tão amado e merecedor de tanto respeito e carinho por parte do povo brasileiro. Essa gratidão vem do “reconhecimento” do povo pelo governo Lula, que teve foco nos mais pobres e em quem mais precisa. Temer e os golpistas jamais conhecerão esse sentimento.

*Artigo inicialmente publicado no Blog do Esmael

Gleisi Hoffmann é senadora da República e presidenta nacional do Partido dos Trabalhadores (PT)


Fux desafia direito, antecipa posição sobre 2018 e é criticado

Fux desafia direito, antecipa posição sobre 2018 e é criticado

Ministro se manifestou fora dos autos, sem ouvir as partes, e apresentou restrição infundada sobre possível candidatura de Lula, avaliam petistas e juristas 

 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux fez uma declaração polêmica ao antecipar, no último domingo (5), opiniões sobre as eleições de 2018, em entrevista ao jornal “Folha de S. Paulo”. Na matéria, ele disse não ver “sentido em um condenado concorrer as eleições”, após ser questionado sobre a possibilidade de Lula encarar o pleito em 2018. No entanto, a postura do ministro, de se manifestar fora dos autos, sem ouvir as partes, e apresentando uma restrição infundada, foi duramente criticada por petistas e juristas.

O ministro irá presidir o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – órgão máximo da Justiça Eleitoral brasileira -, entre fevereiro e agosto do próximo ano, período que antecede a prerrogativa de permitir ou não candidaturas para a próxima eleição, o que coloca em cheque a afirmação de caráter político, num caso que poderá julgar como presidente da instância.

Após a divulgação da matéria, Cristiano Zanin, advogado do ex-presidente Lula, avaliou que Fux “desafia um ordenamento jurídico internacional ao prever que a candidatura seja barrada pela existência da denúncia”; Ainda segundo Zanin, “isso não está previsto na lei nem na Constituição. Portanto, é uma restrição infundada. E o artigo 25 do Pacto Internacional de Direitos Civis diz textualmente: nenhuma restrição infundada pode ser colocada para impedir o direito de ser eleito em eleições periódicas”, afirma o advogado durante entrevista.

O líder do PT no SenadoLindbergh Farias, diz que são lamentáveis as alegações do ministro. “Agora há pouco o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) abriu um processo contra quatro juízes do Rio de Janeiro que foram protestar contra o impeachment, e no voto da ministra Carmen Lúcia ela afirma: ‘chegou a hora de parar de juízes falarem fora dos autos’.  Pois bem, o ministro Fux falou fora dos autos”, relata o senador.

Ainda segundo Lindbergh, a tese do ex-ministro é absurda porque ele diz que ‘não pode ser candidato quem tiver denúncia’. “Como assim, ministro? Para quê serve julgamento agora? O senhor deve estar inspirado na lei de segurança nacional. Na época da ditadura era assim, com denúncia não podia ser candidato. É um equívoco, um ministro não poderia se antecipar e falar nos jornais sobre um processo que ele vai julgar mais adiante” declara.

Para o ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão, Fux foi irresponsável ao colocar em dúvida a elegibilidade de Lula. “Um ministro do STF não pode ficar realizando interpretações extensivas e inventar uma hipótese que não está na lei”, diz.

A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, o deputado Paulo Pimenta, entre outros parlamentares do PT também se manifestaram contra a decisão do ministro:

 

Pode um magistrado que assumirá o TSE dar entrevista antecipando posições? Não é nos autos q se fala ministro Fux?! https://t.co/QxFc5CJ63F

— Gleisi Hoffmann (@gleisi) 5 de novembro de 2017
 

 

 

Luiz Fux desrespeitou regra básica: juiz fala nos autos depois de ouvir as partes. Por Joaquim de Carvalho https://t.co/I3C2OQsH2k

— Paulo Pimenta (@DeputadoFederal) 6 de novembro de 2017
 

 

 

 

 

 

Da Redação da Agência PT de Notícias


Teresa Leitão: Educação é política estratégica para o PT

Teresa Leitão: Educação é política estratégica para o PT

Para nova Coordenadora do Setorial de Educação do PT, Teresa Leitão, o golpe usa a educação de maneira estratégica como suporte político-ideológico 

 

Teresa Leitão é a nova Coordenadora Nacional do Setorial de Educação do PT. Todas as secretárias e coordenadoras nacionais, e todos os secretários e coordenadores nacionais foram convidados para escrever artigos, que serão publicados assim que forem recebidos

A CAED (Comissão de Assuntos Educacionais do PT), o nosso setorial da educação, sempre se destacou no partido por suas intervenções, seu perfil formulador, sua capacidade de aglutinar ideias e opiniões. E não poderia ser diferente, herdeira que é do grande educador petista Paulo Freire, que desenvolveu, no âmbito do pensamento pedagógico revolucionário, o posicionamento político indispensável ao lugar da educação na sociedade.

É com este espírito que recebo a honrosa eleição para coordenar a CAED, após a brilhante e comprometida gestão da companheira Selma Rocha. Com humildade e alegria, com expectativas positivas na continuidade da construção coletiva, com consciência dos grandes desafios impostos por uma conjuntura totalmente adversa à afirmação de direitos e de cidadania.

O momento em que esta coordenação assume é repleto de significados que nos chamam a renovar compromissos, revigorar ânimos e, sobretudo, defender e disputar nosso projeto político de sociedade. Significados advindos do momento vivido pelo PT que, sob os ataques contínuos de setores da mídia e da seara política, não só resiste como mostra toda sua força e identidade com o imaginário popular.

Campanha/Divulgação

Deputada estadual do PT-PE, Teresa Leitão

O PT se organiza valentemente – e esse encontro dos setoriais é um desses passos – para o enfrentamento da conjuntura político-eleitoral de 2018 voltando às ruas com as Caravanas Lula pelo Brasil e com a plataforma o Brasil Que O Povo Quer, nas quais a ação organizada dos setoriais deve ter um papel importante. Significados também advindos do momento vivido pelo Brasil, sacudido por um golpe parlamentar-jurídico-midiático, que segue seu roteiro de retirada de direitos da população, de privatização e entrega do patrimônio nacional, de quebra, da nossa soberania.

O golpe usa a educação de maneira estratégica como suporte político-ideológico e cabe a CAED se contrapor fortemente, em todos os fóruns educacionais, a este modelo, contribuindo para desconstruir as medidas tomadas pelo MEC e dialogar com a militância e as instâncias do PT sobre a pauta da educação. Por fim, significados advindos do próprio encontro nacional do setorial de educação, que por sua construção, sua forma e seu conteúdo, permitiram uma rica discussão e a possibilidade de traçar as linhas gerais de atuação desta gestão que se inicia.

Que a nossa convocação seja militante! Seja de luta, de resistência, de diálogo e de esperança!
Viva o PT! Viva a educação!

Teresa Leitão é deputada estadual (PT-PE) e Coordenadora Nacional do Setorial de Educação do PT

Por Agencia PT 


Gleisi Hoffmann: NOSSA ALIANÇA É COM O POVO BRASILEIRO, COM AS LUTAS POPULARES!

Gleisi Hoffmann: NOSSA ALIANÇA É COM O POVO BRASILEIRO, COM AS LUTAS POPULARES!

O PT tem sua aliança política com o povo brasileiro, suas lutas e conquistas. A aliança eleitoral para eleger Lula em 2018 tem de ser construída com setores progressistas da sociedade e com a centro esquerda, baseada na reconstrução do Estado brasileiro e na revogação dos retrocessos implementados por esse governo golpista. Aqueles que defendem a Reforma Trabalhista, a Emenda Constitucional 95, a entrega da Petrobras e do Pré-Sal, a privatização da Eletrobrás, o fim das aposentadorias e a volta do trabalho escravo não cabem nesse projeto nacional! 

A militância e dirigentes do PT podem debater à vontade a política de alianças, que será definida democraticamente nas instâncias partidárias, com base em um projeto para o Brasil

A matéria que ganha destaque na manchete de hoje do jornal O Estado de São Paulo serve aos interesses desse jornal, que tem lado na política e busca sempre desacreditar o PT.