Teste de publicidades

Furto de água é identificado em imóvel de grande porte em Petrolina

Furto de água é identificado em imóvel de grande porte em Petrolina

A Companhia Pernambucana de Saneamento-Compesa identificou, na tarde de ontem (2), mais um caso de furto de água em Petrolina, Sertão do São Francisco. A fraude foi descoberta em uma residência de grande porte, de quase 500 metros quadrados, com uma média de consumo de apenas dois metros cúbicos por mês. O baixo consumo chamou a atenção dos técnicos da Compesa que foram até o endereço, no bairro Jardim Guararapes, na zona Oeste da cidade,  proceder as vistorias e análises necessárias.

 

A  equipe técnica confirmou as suspeitas de  desvio de água,  encontrando  a irregularidade. A ligação do by pass ( tubulação usada para a passagem da água furtada),que foi construída embaixo de um muro de concreto, foi retirada e os proprietários, notificados. Segundo a  gerente  em exercício  da Unidade de Negócios da Compesa, Nadja Alencar, ainda não foi possível quantificar o volume de água desviada e o período estimado da  fraude, assim como o valor do prejuízo financeiro causado à empresa.

 

Os proprietários  pagarão  uma multa mediante os cálculos relativos à média do  consumo  da água desviada. Em Petrolina, por dia,  são identificadas uma média de dez imóveis com irregularidades.  Só no ano de 2018, foram mais de mil ocorrências desse tipo registradas em imóveis da cidade. “Utilizamos a tecnologia, análise do consumo  a partir da mudança de registros velhos por novos e uma série de medidas para detectar o consumo baixo em imóveis de grande porte e assim conseguir a identificação das fraudes. Os critérios se baseiam, dentre outros, na análise do perfil do imóvel, como número de moradores, área construída, consumo e tipo de construção,” explica a gerente Nadja Alencar.


Como as privatizações de Bolsonaro vão afetar seu bolso

Como as privatizações de Bolsonaro vão afetar seu bolso

Nunca antes houve no país um governo tão disposto à privatização ampla, geral, e irrestrita. O ministro Paulo Guedes espera entregar 30% dos ativos das empresas já no ano que vem 

 
 

Entre obscurantismo, suspeitas de corrupção e bate-cabeça entre ministros, ao menos uma promessa de Jair Bolsonaro vem sendo preparada à risca: vender a preço de banana o maior número possível de empresas públicas. Nunca antes houve no país um governo tão disposto à privatizaçãoampla, geral, e irrestrita.

O ministro Paulo Guedes espera entregar 30% dos ativos das empresas já no ano que vem. Esse montante equivale a R$240 bilhões em riquezas estratégicas para o país.

Guedes vem nomeando colegas da Escola de Chicago – expoente da doutrina ultraliberal que vigorou na ditadura chilena –  para cargos chave na administração pública.

A diretoria da Caixa Econômica Federal foi oferecida a um banqueiro especialista em privatizações. Mesmo caso do Banco do Brasil e da Petrobras. No Banco Central, um ex-diretor do Santander vai mandar e desmandar.  Já a secretaria de privatizações foi dada a Salim Mattar, cuja empresa de aluguel de carros foi multada em mais de R$ 1 milhão por práticas abusivas de juros.

O deputado nomeado para a Saúde é alinhado aos interesses de convênios privados. O ministro da Educaçãodefende o desmonte das universidades públicas. Os ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente estarão sob a chefia de ruralistas. O que resta foi distribuído a generais, ex-integrantes do governo Temer e aliados de menor expressão.

O ‘Brasil Vende Tudo’ prometido por Bolsonaro e Guedes tem tons carregados de estelionato eleitoral. Durante a campanha, ele prometeu que nenhuma das estatais que ele considera “estratégicas” seria vendida. “Quem é funcionário da Caixa, do Banco do Brasil, do setor elétrico, do setor energético… Pode [sic] ficar tranquilos”, afirmou à TV Aparecida em outubro. Na véspera da posse, essa promessa já se prova uma bravata.

Muita gente se encanta com essa ideia por achar que a gestão privada é necessariamente mais eficiente e barata. Nem sempre. Sem avaliar caso a caso, a entrega desmedida empobrece o país a longo prazo, fragiliza a economia e traz um risco enorme a continuidade de serviços básicos aos brasileiros. É como vender a casa para comprar o almoço do dia seguinte.

Entenda como e porque essas medidas devem piorar sua vida:

Petróleo

Um exemplo recente dos males da privatização de uma empresa estratégica como a Petrobras é a política de preços de Pedro Parente, que culminou numa greve que parou o Brasil por dez dias. Os caminhoneiros reivindicavam uma baixa no preço do diesel, que subia conforme o vaivém do mercado financeiro.

Essas mudanças também afetavam o gás de cozinha, responsável por uma parcela ínfima dos lucros da empresa mas que é importante para milhões de famílias pobres. Muita gente passou a cozinhar com lenha e o preço do botijão chega a R$ 100 em algumas cidades.

Apesar desse descompasso, o novo governo trabalha desde já para entregar toda a empresa ao capital financeiro. Em vários artigos, o novo presidente Roberto Castello Branco já defendeu defendeu abertamente que as atividades de refino e distribuição sejam privatizadas ‘urgente’.

William Nozaki, diretor técnico do Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo (Ineep), diz que a privatização da Petrobras “deve significar mais aumentos, porque a empresa vai deixar de atuar nas áreas que mais impactam no preço final”.

Em meio à guerra comercial entre os países produtores de petróleo, é perigoso transformar a Petrobras em mera exportadora de óleo cru, refém de preços ainda mais voláteis dos derivados como gasolina e óleo diesel.

Bancos

Guedes também já falou em fundir o BB com o Bank of America, e desmontar o sistema da Previdência em troca de um regime de capitalização que empobreceu milhares de idosos no Chile. 

No caso dos bancos públicos, um dos principais riscos é que se deixe de cumprir a função social, deixando de oferecer financiamento e crédito aos mais pobres. A Caixa Econômica, por exemplo, concentra 70% dos financiamentos imobiliários do país, conforme explica o ex-diretor da Fnae (Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal) Pedro Eugêncio Beneduzzi Leite.

“Bancos privados não se importam com esse tipo de crédito porque não tem a mesma lucratividade que um cheque especial, por exemplo. Com a privatização, a oferta de crédito vai correr risco e vai cair na especulação. Vai encarecer o empréstimo para imóveis e o microcrédito para o empresário”, disse à Agência PT.

Soberania

Debaixo dos ensinamentos do ‘guru’ Olavo de Carvalho, vem a submissão aos interesses dos Estados Unidos, arriscando até mesmo as relações diplomáticas com os maiores compradores das exportações brasileiras.

Bolsonaro já afirmou, por exemplo, que vai levar à cabo a entrega da Embraer para a norte-americana Boeing. E há muito tempo promete ceder a Base de Alcântara ao país e até insinuou que poderia colocar jovens brasileiro para morrer em uma guerra contra a Venezuela.

Apesar disso, não houve até agora qualquer sinal de que Trump vá retribuir a deferência brasileira.

É importante lembrar que a venda dessas empresas e ativos é, antes de tudo, um processo de desnacionalização. Não se tem notícia de nenhum empresário brasileiro que queira comprar a Eletrobras ou a Petrobras, por exemplo.

São grandes as chandes de que o Brasil se torne uma economia tão dolarizada quanto a da Argentina. Mais sensível ao vaivém do mercado estrangeiro, o país hoje amarga crise o colocou sob o jugo do FMI pela primeira vez desde 2001. A vitória de Mauricio Macri, tão celebrada pela elite financista, se revelou um verdadeiro mico.

Da Redação Agência PT de Notícias


O Blog do Eduardo Nino deseja a todxs os amigxs, um Feliz Natal e Próspero 2019

O Blog do Eduardo Nino deseja a todxs os amigxs, um Feliz Natal e Próspero 2019

Chegamos ao final de mais um ano. Passamos por momentos de alegrias e muitos obstáculos foram superados. Agora é hora de confraternizar na expectativa de um novo ano, com esperanças de grandes realizações em todas as áreas de nossas vidas.

Que neste Natal as Famílias sintam mais forte ainda o significado da palavra “AMOR”. Que sejamos iluminados pelas luzes da paz, da união e da solidariedade, transformando os nossos dias, em dias de felicidade.

É tempo de refazer planos, reconsiderar os equívocos e retomar o caminho da DEMOCRACIA.

É tempo de paz, é tempo de um futuro venturoso. Que as festas natalinas sejam de fraternidade em todos os lares, e que em 2019 as Famílias estejam mais unidas na luta pela redemocratização do Brasil.

Feliz Natal e um ano novo de muitas realizações!

Uma mensagem de Todxs que fazem o Blog do Eduardo Nino.


Compesa realiza intervenções no Sistema Tapacurá para aumentar a produção de água no período de verão

Compesa realiza intervenções no Sistema Tapacurá para aumentar a produção de água no período de verão

Paralisação do sistema será  por 48 horas, a partir desta quinta-feira (20)

 

 

 

Para executar uma série de intervenções que permitirá aumentar em 10% a produção de água por meio do Sistema Tapacurá, o segundo maior da Região Metropolitana do Recife (RMR), a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) programou uma paralisação desse sistema, a partir das 20h desta quinta-feira (20) até às 20h do sábado (21)Isso significa que, no período de 48 horas, as áreas atendidas por Tapacurá no município de Jaboatão dos Guararapes, toda a cidade de Camaragibe e a parte central do Recife terão o abastecimento de água suspenso. A paralisação é necessária para que a Compesa realize serviços nas unidades operacionais de Tapacurá, como estações elevatórias de água bruta e a Estação de Tratamento de Água (ETA) Castelo Branco, ações de desobstrução dos canais de captação e reparos em adutoras, além de uma manutenção preventiva em todo sistema.

A companhia lança mão dessa estratégia para garantir um melhor abastecimento durante o verão, quando se costuma aumentar o consumo de água em função das altas temperaturas. Tapacurá responde hoje pelo abastecimento de água de 25% da população da RMR. “Mais de 40 profissionais trabalharão para realizar os serviços planejados no sistema, como uma manutenção em uma adutora de concreto, de 1. 600 milímetros de diâmetro. A companhia também vai aproveitar a parada de Tapacurá para substituir um trecho de 100 metros de uma adutora (800 milímetros de diâmetro) pertencente ao Sistema Duas Unas, em Jaboatão dos Guararapes, que opera de forma integrada ao Sistema Tapacurá”, informa o gerente de Produção da Compesa, Euris Oliveira.

O período de 48 horas de paralisação do Sistema Tapacurá decorre da necessidade de esvaziamento e posterior enchimento das adutoras de água bruta como também das grandes tubulações que transportam água tratada, que são as linhas dos Grandes Anéis de Distribuição do Recife. Esses procedimentos são essenciais antes e após a realização dos serviços. A regularização do abastecimento ocorrerá de acordo com o calendário de distribuição (áreas que recebem água em regime de rodízio). Informações: 0800 081 0195.


Conta de água e esgoto pode ser paga com cartão de débito e crédito

Conta de água e esgoto pode ser paga com cartão de débito e crédito

Pagamento com cartão de débito será aceito a partir de amanhã (18)  no atendimento presencial; até o final de janeiro, cliente também poderá usar cartão de crédito

 

 

 

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) está implantando uma nova sistemática para recebimento da conta de água e esgoto, que é o pagamento com cartão de débito e crédito. A partir de amanhã (18), os clientes já podem optar pelo pagamento em débito no cartão no atendimento presencial em 20  Lojas de Atendimento no Estado ( lista abaixo), sem precisar enfrentar filas de bancos ou das lotéricas. O pagamento em débito no cartão também valerá  para a negociação  de dívida, seja  para a quitação à vista ou para a entrada, além das taxas de qualquer serviço realizado pela empresa. Até o final de janeiro, a Compesa vai estender o serviço para o cartão de crédito, quando os clientes poderão utilizar essa modalidade para pagar contas, com parcelamentos ou não. Também nessa data estará disponível a operação para pagamento da conta com cartão de débito e crédito no  App Compesa Mobile ( Android e IOS) e na Agência Virtual no site www.compesa.com.br .  A iniciativa tem o objetivo de ampliar as facilidades de pagamento  para os 1, 6 milhão de clientes da Companhia.

 

A Compesa é uma das poucas empresas brasileiras do setor  de saneamento que oferece a opção do pagamento da conta por meio do cartão de  débito e crédito. “Essa  é mais uma  facilidade oferecida pela empresa – que já  disponibiliza  a modalidade  de débito automático-  para  quitar a fatura com comodidade para os nossos clientes”, argumenta o diretor de Mercado e de Atendimento da Compesa, Eduardo Sabino. Pensando sempre em melhorar o relacionamento e facilitar a vida do cliente, a Companhia  espera ampliar o número de lojas físicas para o recebimento das contas com cartão de crédito e débito. “A nossa expectativa é ampliar de 20 para 60até o final de março, os postos de recebimento com cartão da conta de água e esgoto. Estamos estudando a viabilidade das cidades e, aumentaremos paulatinamente, o universo de atendimento. Ao todo, a companhia conta com 172 lojas em todo Estado. 


O pagamento com cartão de débito já está sendo realizado exclusivamente em 20 lojas da Compesa, há cerca de dez dias, em fase de testes. "Os clientes abordados nessa  foram muito receptivos  para o  pagamento  com o cartão de débito e, posteriormente, de crédito. Para a companhia, essa modalidade de pagamento representa uma ferramenta importante e eficiente de recuperação de débitos. Nossa expectativa é aumentar em 20% a quitação de contas atrasadas", informa  Eduardo Sabino, explicando que a companhia implementou essa nova forma de pagamento seguindo uma tendência de mercado, que aponta para o aumento da preferência do consumidor pelo uso do cartão, que hoje já representa 54% do volume de pagamentos realizados no país (dado da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços). “A participação do setor de utilities, que são os serviços essenciais, ainda é pequena, mas a perspectiva é crescer cada vez mais, como apontam os estudos de mercado. Por isso, a Compesa buscou soluções e tecnologias para trazer essa modalidade de pagamento, e também nos preocupamos em garantir a segurança dessas transações para o cliente", explica o diretor.

 

 

A  Compesa adianta que continuará operando com os agentes arrecadadores atuais, os bancos e caixas lotéricas, independente da operação de pagamento com cartão de crédito e débito. “A nossa meta é a satisfação do nosso cliente. Queremos oferecer opções de escolha para quitar a sua conta”, enfatiza Eduardo Sabino. Mensalmente, a Companhia registra 60 mil atendimentos aos seus clientes nas lojas físicas em todo o Estado.

 

 

Lojas da Compesa que já aceitam o cartão de débito

 

RMR:

 

Boa Vista

Largo da Paz

Expresso Cidadão Peixinhos

Expresso Cidadão Cordeiro

Olinda

Paulista

Prazeres (Jaboatão dos Guararapes)

 

Interior:

 

Expresso Cidadão Vitória de Santo Antão

Carpina

Surubim

Agrestina

Garanhuns

Arcoverde

Afogados da Ingazeira

Serra Talhada

Expresso Cidadão Petrolina

Petrolina (loja)

Caruaru

Salgueiro

Santa Cruz do Capibaribe


Marília Arraes fará discurso de despedida da Câmara de Vereadores do Recife

Marília Arraes fará discurso de despedida da Câmara de Vereadores do Recife

Já diplomada deputada federal, a vereadora Marília Arraes (PT) fará discurso de despedida do plenário da Câmara Municipal do Recife na sessão desta terça-feira, 18, às 15h.

#MovimentoRecifeSeRenova

Obra para implantação de rede de esgoto interdita trecho de avenida em São Lourenço da Mata

Obra para implantação de rede de esgoto interdita trecho de avenida em São Lourenço da Mata

Hoje (12) iniciou assentamento de rede na Avenida Dr. Belmino Corrêa; intervenção no local será concluída em janeiro de 2019

 

 

 

A cidade de São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife, está recebendo uma grande obra de implantação de Sistema de Esgotamento Sanitário (SES). Hoje (12) iniciou uma intervenção para assentamento de rede de esgoto, com 300 metros de extensão no total, ao longo da Avenida Dr. Belmino Corrêa, no Centro da cidade. Em função do porte da obra e buscando minimizar o impacto no trânsito, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) programou implantar essa tubulação em trechos de 50 metros, por vez. O primeiro trecho da avenida, que tem dois sentidos, foi interditado entre a Rua Fernando Pereira Araújo e a Academia das Cidades. Durante todo o período da intervenção, o tráfego no trecho com obras da via  estará  sinalizado e funcionará com esquema de ‘pare e siga’. As obras na avenida devem ser concluídas até o fim de janeiro de 2019.

 

A obra é executada pela BRK Ambiental, parceira privada da Compesa no Programa Cidade Saneada, e faz parte da primeira etapa dos serviços de construção do SES de São Lourenço da Mata, empreendimento que recebe o investimento de R$ 40 milhões e vai beneficiar 25 mil pessoas na cidade. Parte do sistema implantado, em breve, entrará em operação para beneficiar os moradores dos bairros de Pixete e Nova Tiúma com serviços de coleta e tratamento de esgoto. Isso porque será colocado em operação unidades e rede que já estão prontas e em fase final de testes: cerca de 14 quilômetros de tubulações, uma Estação de Tratamento de Esgoto e uma estação elevatória.

 

Na primeira etapa do SES, já foram assentados cerca de 49 quilômetros de tubulações nos bairros de Rosina Labanca, Ersina Lapenda, Centro, Caiará, Vila do Reinado, Nova Tiúma, Pixete, Várzea Fria e Chã de Tábua. Até o primeiro semestre de 2019, ainda serão implantados mais 3 quilômetros de rede coletora e finalizada a construção de mais duas estações elevatórias que vão compor o sistema de esgotamento sanitário.


QUE TAL FAZER O BEM??? VAMOS!!!! AJUDE TERESA HUANG A FAZER O VOO DA ÁGUIA, VOO DA RENOVAÇÃO

QUE TAL FAZER O BEM??? VAMOS!!!! AJUDE TERESA HUANG A FAZER O VOO DA ÁGUIA, VOO DA RENOVAÇÃO

#SomosTodxsTeresaHuang MUTIRÃO DO AMOR
DOE 5,1O,20 REAIS OU O QUE VOCÊ PUDER
Vá pra Cuba, Teresa!

 

 

O voo da águia
 

 

Entre as aves, a águia é a que vive mais, cerca de setenta anos. Mas para atingir essa idade, aos quarenta ela deve tomar uma difícil decisão: nascer de novo.

 

Pois aos quarenta suas unhas ficam compridas e flexíveis, dificultando agarrar as presas com as quais se alimenta. O bico alongado e pontiagudo se curva. As asas, envelhecidas e pesadas, dobram-se sobre o peito, impedindo-a de empreender voos ágeis e velozes.

 

Restam à águia duas alternativas: morrer ou passar por uma dura prova, ao longo de 150 dias. Esta prova consiste em voar para o cume de uma montanha e abrigar-se num ninho cravado na pedra. Ali, ela bate o bico contra a pedra, até quebrá-lo. Espera, então, crescer o novo bico, para poder arrancar as suas unhas.

 

Quando as novas unhas despontam, a águia puxa as velhas penas e, após cinco meses, crescidas as novas, ela atira-se renovada ao vôo, pronta para viver mais trinta anos.

 

No noviciado, aprendi que, ao longo da existência, a possibilidade de nossa sobrevida depende, muitas vezes, de seguir o exemplo da águia. Quem se entrega, abatido, ao peso do sofrimento e das dificuldades, tende a abreviar seus dias. Deixa de viver como quem voa e passa a sobreviver como um réptil que rasteja.

 

Reaprender a voar é ousar recolher-se para começar de novo. Eis a sabedoria de todas as religiões tradicionais ao exigir de seus noviços um tempo de reclusão. O mesmo ocorre em muitas nações indígenas, quando o jovem, para ser considerado adulto, é recolhido a uma cabana isolada, onde o xamã o submete a provas e o introduz em conhecimentos específicos.

 

Mas é preciso voar até a montanha. De cima, vê-se melhor. Talvez por isso Deus, ao criar o ser humano, tenha colocado a cabeça acima do coração. Ver com as emoções é correr o risco de desfigurar os desenhos. Os contornos mostram-se muito mais nítidos quando observados com serenidade.

 

E saber esperar. Primeiro, ousar perder o que envelheceu: o bico, as unhas, as penas. Despojar-se do que atravanca os nossos passos. Segundo, aguardar pacientemente o tempo da maturação. Enfim, dar o salto pascal, abrir as asas para a vida e, sem medo, empreender o voo rumo a novos horizontes.

 

 

Frei Betto

 

Teresa Huang é uma militante e dirigente do Partido dos Trabalhadores. Filiada desde 1983, é a atual Secretária de Cultura do PT/PE. Desde 2016 vem se tratando de um câncer. Agora ela tem a oportunidade de fazer um tratamento em Cuba, numa das mais avançadas medicina do mundo. Ajude Teresa Huang a conseguir esse objetivo e fortalecê-la para o retorno à luta, futuramente.

 

Contribua na vakinha virtual http://vaka.me/2dw1z7


Com a sua ajuda vamos levar Huang pra Cuba, vamos fazer o voo da renovação

 


Compesa identifica desvio de água em  restaurante  localizado em área nobre de Caruaru

Compesa identifica desvio de água em restaurante localizado em área nobre de Caruaru

Com o apoio da Polícia Militar, a Companhia Pernambucana de Saneamento-Compesa flagrou  nesta terça-feira (4), um restaurante furtando água, na Avenida Agamenon Magalhães, área nobre de Caruaru, no Agreste. O proprietário do estabelecimento foi autuado e  conduzido para a delegacia  da cidade, onde deverá responder processo por furto qualificado de água. A Compesa vinha recebendo reclamações de falta  de água nessa área sem  qualquer problema técnico-operacional que justificasse o desabastecimento. O trabalho de pesquisa foi desenvolvido durante 15 dias até a identificação de uma bomba na rede instalada após o hidrômetro ( medidor de água ) no  restaurante.
 
 
 
Instalar bomba na rede é crime. Essa iniciativa provoca o desequilíbrio do sistema de abastecimento, provocando falta de água nos bairros. Ao perceber o equipamento irregular, desviando  água da rede de distribuição para o restaurante, a Compesa acionou a polícia para efetuar o flagrante. Quem perceber bombas instaladas na rede de abastecimento deve denunciar imediatamente o fato à polícia ou a própria Compesa, que acionará as autoridades policiais.
 
 
De acordo com  o gerente de Unidade de Negócios da  Compesa, Mário Heitor, ainda não é possível  mensurar o volume de água desviado pelo restaurante em prejuízo  a dezenas de moradores que ficaram sem ser abastecidos. Cálculos também serão feitos para estipular o período  da irregularidade. Além de responder criminalmente, o proprietário do restaurante será  multado pela Compesa  após a  contabilização do prejuízo. “Lamentamos situações como essa. A fraude causa prejuízo financeiro à Compesa, mas o prejuízo maior é a população ficar sem abastecimento por causa da ação irregular de uma pessoa em benefício próprio”, argumenta Mário  Heitor.


AblogPE vai ao encontro nacional de proteção a comunicadores em São Paulo

AblogPE vai ao encontro nacional de proteção a comunicadores em São Paulo

A Associação dos Blogueiros de Pernambuco (AblogPE), por meio do seu atual presidente, Paulo Fernando, representará o Estado no “Encontro Nacional de Proteção a Comunicadores”, que será realizado entre os dias 04 e 05 de deste mês em São Paulo. O evento tem o objetivo de debater assuntos como a “Censura e criminalização de comunicadores”, “Violência contra comunicadores no país” e entre outros temas importantes no que diz respeito a Comunicação Social.

“Esse encontro é importante para conscientizar nós comunicadores sobre os desafios que temos que enfrentar durante a execução do nosso trabalho, que é informar. Há uma criminalização de comunicadores e principalmente aos blogueiros. É um assunto sério e temos que saber formas de denunciar todo tipo de violência, antes de haver mais vítimas”, afirmou Paulo Fernando, presidente da AblogPE. 

O encontro será realizado, por meio de uma parceria entre as instituições Artigo 19, Instituto Vladimir Herzog, Repórteres Sem Fronteira, ABRAJI e Intervozes, no Itaú Cultural, na Avenida Paulista, 149, Bela Vista, São Paulo.


PT cria rede de proteção jurídica e social para militantes em todo o país

PT cria rede de proteção jurídica e social para militantes em todo o país

Iniciativa será coordenada pelas secretaria setoriais do PT e pela Associação Brasileira dos Juristas pela Democracia 

 

Desde o golpe de 2016, a democracia no Brasil tem sido agredida de todas as formas. Ao longo do período eleitoral, a violência escalou a níveis alarmantes. E os riscos são ainda maiores depois da vitória de um projeto fascista de governo. Contra essas ameaças nasce a Rede Democrática de Proteção Solidária, cujo objetivo principal oferecer ajuda jurídica e social a toda e qualquer pessoa vulnerável.

O projeto foi aprovado pelo PT nesta sexta (30), durante a reunião do Diretório Nacional do partido.

Coordenada pelas secretarias setoriais do PT e pela Associação Brasileira dos Juristas pela Democracia (ABDJ), a rede será estabelecida na Sede Nacional do PT em Brasília. Uma linha telefônica receberá as denúncias e pedidos vindos de todo o país.

Caberá à ABDJ cadastrar advogados que atuem pro bono na defesa de pessoas em situação de risco. A secretária do Setorial Nacional LGBT do PT, Janaína Oliveira, comemorou a criação da rede e explicou que os advogados cadastrados serão divididos conforme pelas áreas de atuação, facilitando e agilizando a defesa.

“Em razão da militância e das pautas que defendem, muitos militantes no país estão sofrendo violência. Queremos que eles saibam que temos uma rede de proteção. O PT vai dar suporte também para pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social”, disse Janaína.

O secretário Nacional de Combate ao Racismo do PT, Martvs Chagas, destacou a importância da rede no combate à descriminação e à violência contra os negros no Brasil. “A violência ganhou novos contornos. Não é mais apenas a policial e social, é também política”.

“Não é coincidência que todas as pessoas que morreram durante esse violento processo eleitoral eram negras. Em todas os aspectos sociais da vida, as pessoas negras são as mais vulneráveis. Quando um negro morre, a comoção social é menor. Por isso, a criação da rede vem no sentido de que essas pessoas possam viver”, aponta Chagas

Para o secretário Nacional de Cultura do PT, Marcio Tavares, a rede é também um instrumento fundamental contra os ataques à arte e ao livre pensar, manifestado principalmente na perseguição a artistas.

“A Rede é a transformação material do ‘ninguém solta a mão de ninguém’. Existe uma política de perseguição a artistas e manifestações artísticas. A tendência é isso se intensificar com o governo Bolsonaro. A rede permite que nosso campo tenha via de acesso para se organizar e proteger para seguir produzindo cultura com o mínimo de segurança”

De olho no governo Bolsonaro

A secretária nacional LGBT lembrou que a rede também funcionará como um mecanismo de monitoramento do governo Bolsonaro. Segundo ela, os primeiros cem dias do governo do presidente eleito podem ser muito violentos com militantes de diversas causas.

“Em 2019, os primeiros 100 dias podem ter um crescimento da violência semelhante ao que foi nas Eleições. Por isso, queremos dialogar com outras organizações e levar as denúncias para a OEA [Organização dos Estados Americanos]”.

“Vamos acompanhar em cada estado se as instituições de proteção estão funcionando ainda ou foram desmontadas pelos governos eleitos”, explica Janaina.

Por Erick Julio da Agência PT de Notícias em Brasília


Obra de reparo na rede de abastecimento no bairro da Madalena será finalizada amanhã (23)

Obra de reparo na rede de abastecimento no bairro da Madalena será finalizada amanhã (23)

Vazamento da rede de drenagem no local impediu que a Compesa concluísse os serviços ainda hoje

 

 

 

A existência de vazamentos no sistema de drenagem (galerias) no local que está sendo executada a obra de reparo da rede de abastecimento de água, no cruzamento da Rua Benfica com a Estrada dos Remédios, bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife, impediram que a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) concluísse os serviços ainda nesta quinta-feira (22) à tarde, conforme foi divulgado. Diversas intercorrências veem aumentando a complexidade dessa intervenção, que iniciou na última terça-feira (20), como o elevado nível do lençol freático, interferência da maré e o fato da tubulação de água danificada estar localizada embaixo de uma caixa de fios do sistema de telefonia. Hoje, a grande dificuldade enfrentada pelos técnicos foi o acúmulo de água dentro da vala aberta que escorre da rede de drenagem - uma tubulação de grande porte (600 milímetros), que apresenta vários vazamentos. Para solucionar o problema, a Compesa organizou uma ação conjunta com a Emlurb (Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana), BRK Ambiental, Oi e a Copergás, e precisou estender o prazo de finalização da obra por mais 24 horas. Cerca de 30 profissionais estão envolvidos na ação, além do apoio de equipamentos, máquinas e caminhões.

 

A previsão é terminar a intervenção amanhã (23), às 16 horas, quando será restabelecido o abastecimento de água para os bairros que tiveram o fornecimento de água interrompido para execução da obra: Torre, Mustardinha, Bongi, Madalena, Ilha do Leite, Afogados, São José, Ilha do Retiro, Santo Antônio, Bairro do Recife, Graças, Derby, Espinheiro, Santo Amaro e Boa Vista. “Com a vala cheia de água, não tivemos como concluir o isolamento de todo trecho da tubulação até hoje à tarde, pois para cortar uma das extremidades do tubo, que está submerso, precisamos usar equipamento elétrico. Por isso, a gente precisou aguardar o trabalho de tamponamento da rede de drenagem pela Emlurb e, depois, o esvaziamento da vala com ajuda de bombas”, explica Conceição Pontes, gerente de Manutenção de Rede e Ramais da Compesa.

 

A Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) está administrando o trânsito na área e, para reduzir o impacto no trânsito do local, a Compesa liberou, hoje de manhã, a faixa interditada da Rua Benfica (sentido subúrbio-cidade), que foi reaterrada com pó de pedra, provisoriamente.

A obra foi iniciada após a Compesa receber reclamações de moradores de dos bairros da Madalena e da Torre, de que algumas ruas estavam apresentando queda de pressão e falta de água. Após um trabalho de investigação e sondagens na rede de abastecimento de água que atende os dois bairros, a companhia localizou um grande vazamento oculto (não aparente) na tubulação localizada no cruzamento da Estrada dos Remédios com a Rua Benfica.