Roberto Tavares segue na presidência da Aesbe até o próximo mês de julho

Roberto Tavares segue na presidência da Aesbe até o próximo mês de julho

Nesta quarta-feira, 27, ocorreu a Assembleia Geral da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe), para, entre outros assuntos, realizar a eleição da nova Diretoria da Aesbe. Por unanimidade, o mandato do pernambucano Roberto Tavares no comando da Aesbe foi estendido até o próximo mês de julho. O mandato dos vice-presidentes Regionais e dos membros do Conselho Fiscal também foi prorrogado para o mesmo período.
 
A justificativa para estender o mandato da atual diretoria se deve ao trabalho de acompanhamento e discussões que o presidente Roberto Tavares vem fazendo em relação à MP, junto ao Governo Federal e com os parlamentares, desde o ano passado quando a AESBE atuou bastante contra equívocos da MP844, que foi derrubada. O presidente da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), Benedito Braga, foi quem argumentou sobre um desequilíbrio caso houvesse uma mudança no comando da Associação, no atual momento de discussões no setor, sendo aclamado por todos os demais presentes.
 
“Fico lisonjeado com o reconhecimento do nosso trabalho à frente da Aesbe. Eu defendo a alternância de comando na entidade, mas concordo também que estamos num momento muito delicado para dividirmos forças. Reforço que precisamos do auxílio de todos os presidentes das companhias e devemos unir forças para que o saneamento não seja desestruturado. Vou fazer o meu melhor para que consigamos, mais uma vez, evitar os equívocos contidos na MP868”, reforçou Roberto Tavares, que também é presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).
 
Participaram do encontro 25 pessoas, dentre presidentes e representantes, de 19 Companhias Estaduais de Saneamento. Além da participação do secretário executivo da Aesbe, Ubiratan Pereira. A reunião ocorreu na sede da entidade, em Brasília-DF.
 
As pautas da reunião também englobaram: apresentação do Relatório de Atividades da entidade, exposto pelo secretário executivo da Aesbe, Ubiratan Pereira; apreciação do Balanço da Aesbe de 2018; apreciação do Relatório da Auditoria; apreciação do parecer do Conselho Fiscal da Aesbe; informes e atualizações sobre o andamento da MP 868/2018; e definições sobre o 5º Seminário da Aesbe.
 
*Nova Associada* - A novidade desta AGO foi o retorno da Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama) à Aesbe. A companhia foi uma das fundadoras da associação, em 1985, e se desligou em 2001 quando o serviço de saneamento passou a ser feito pelo setor privado no Estado. O presidente da empresa, Armando Silva do Valle, participou do encontro nesta quarta-feira, 27, e disse estar com boas expectativas com o retorno à Aesbe. “Nós estamos com um problema muito sério com o saneamento em Manaus, que é operado pelo setor privado, e o governador pediu para acompanharmos de perto essa questão. E muitos municípios amazonenses estão querendo voltar a serem operados pelo Governo. O fato de retornarmos à Aesbe e ter o auxílio de todas as demais companhias do Brasil vai ser muito bom para nós da Cosama neste processo de reestruturação”, enfatizou Armando.
 
A composição completa da Diretoria da Aesbe no quadro abaixo.
 
*Diretoria da Aesbe*
*Diretor Presidente
Roberto Cavalcanti Tavares (Compesa/PE)
Vice-Presidentes*
*Norte* – James da Silva Serrador (Caerr/RR) *Nordeste I* - Marcus Vinicius Fernandes Neves (Cagepa/PB) *Nordeste II* – Rogério Cedraz (Embasa/BA)
*Centro-Oeste* – Fernando Rodrigues Ferreira Leite (Caesb/DF)
*Sudeste* – Carlos Aurélio Linhalis (Cesan/ES)
*Sul* - Jorge Luis Costa Melo (Corsan/RS) *Conselho Fiscal*
*Presidente* – Cláudio Stábile (Sanepar/PR)
*Membro* - Neurisangelo Cavalcante de Freitas (Cagece/CE)
*Membro* - Ricardo Soavinski (Saneago/GO)