Teste de publicidades

Marília e Sílvio intensificam agenda na Mata Sul de Pernambuco

Marília e Sílvio intensificam agenda na Mata Sul de Pernambuco

A pré-candidata a governadora de Pernambuco, Marília Arraes (PT), esteve durante todo este sábado (14) na Zona da Mata Sul do Estado. Acompanhada do pré-candidato ao Senado, Silvio Costa (Avante), a vereadora recebeu o apoio de várias lideranças da região e visitou as cidades de Catende, Joaquim Nabuco, Palmares e Xexéu.

Em Catende, a pré-candidata foi recepcionada por Rinaldo Barros, ex-vereador e pré-candidato a deputado federal, e por César Barros, vereador da cidade. Importante liderança política da Mata Sul, o pré-candidato promoveu um grande ato em apoio ao nome de Marília. "Vamos estar juntos nessa luta, não só em Catende, mas em todo o Estado. Pernambuco precisa mudar e o nome de Marília é o melhor para todos nós", declarou Rinaldo.

Durante o encontro, que recebeu, por exemplo, os ex-prefeitos Odorico Freire, de Catende, e Armando Souto, de Água Preta, e Felipe Rodrigues, pré-candidato a deputado estadual, Marília ressaltou a importância da Mata Sul para o Estado, região que está abandonada pelo atual Governo. "A Mata Sul é uma região com um potencial econômico enorme, mas está esquecida por um Governo que não olha para o povo."

A passagem pela Mata Sul também rendeu encontros com o vice-prefeito de Joaquim Nabuco, Heleno Cabeça, que recepcionou a pré-candidata na cidade. O vereador de Xexéu, Thiago Nascimento, e o ex-prefeito da cidade Gel de Marcos, também declararam apoio.

Já em Palmares, acompanhada da vereadora Milena Melo e do pré-candidato a deputado estadual Felipe Rodrigues, Marília encontrou com Seu Chiquinho, ex-prefeito da cidade e nome histórico da região.


Luís Inácio falou, Luís Inácio avisou: “Se eu estivesse em Pernambuco eu já estaria fazendo campanha pra minha candidata MARÍLIA ARRAES!”

Luís Inácio falou, Luís Inácio avisou: “Se eu estivesse em Pernambuco eu já estaria fazendo campanha pra minha candidata MARÍLIA ARRAES!”

No dia 05 de Julho de 2018, após visita à Lula em Curitiba, Rui Falcão, ex-presidente do Partido dos Trabalhadores, ao lado do economista João Pedro Stédile transmitem o recado do lider petista sobre a candidatura de Marília Arraes, em Pernambuco.
 
“Se eu estivesse em Pernambuco eu já estaria fazendo campanha pra minha candidata Marilia Arraes!”
 

Esse é o segundo recado, desta vez, gravado em vídeo, confirmando a preferência de Lula para a candidatura de Marília Arraes ao cargo de governadora no estado de Pernambuco. 
 
Por Blog do  

Compesa inicia testes para colocar água do Rio São Francisco no Agreste Pernambucano

Compesa inicia testes para colocar água do Rio São Francisco no Agreste Pernambucano

A pré-operação da Adutora do Moxotó e da Adutora do Agreste deve iniciar em breve. 

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) começou hoje (5), a fase de testes com água, no Sistema Adutor do Moxotó. O empreendimento será a primeira ligação do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco com a região Agreste. A previsão é que no final deste mês, seja iniciada a pré-operação da adutora, com 70 quilômetros de extensão, da captação da água da Transposição na Barragem do Moxotó, localizada no distrito de Rio da Barra, em Sertânia, até a Estação de Tratamento de Água (ETA), no município de Arcoverde. 

A expectativa da Companhia é  chegar com a água do Rio São Francisco até Arcoverde, até o final de julho, e já começar a testar o trecho até Tacaimbó, pela Adutora do Agreste. 

No mês de agosto as águas do Velho Chico deverão chegar até São Caetano, depois de ter atendido Arcoverde, Pesqueira, Alagoinha, Sanharó, Belo Jardim e Tacaimbó. “A obra da Adutora do Moxotó foi a alternativa técnica encontrada pelo Governo Paulo Câmara para antecipar a chegada da água da Transposição para a região do Agreste, e a obra só será interrompida se o Governo Federal não mandar os R$ 68 milhões que estão pactuados”, pontua Roberto Tavares.


Nota da SECULT/PT-PE - “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, mais um caso de censura institucional.

Nota da SECULT/PT-PE - “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, mais um caso de censura institucional.

Acompanhando vergonhosamente alguns atos de censura do Prefeito do Rio, Marcelo Crivela e do Prefeito de São Paulo, João Dória, o governo de Paulo Câmara, através da sua Secretaria Estadual de Cultura, cancelou a apresentação do espetáculo “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, que tinha como protagonista a atriz trans Renata Carvalho, no Festival de Inverno de Garanhuns, que acontecerá em julho/18. Sob o argumento de “preservar o espírito de união do Festival”, o governo estadual sucumbiu às pressões do governo municipal, como também seus aliados conservadores e fundamentalistas, que são contrários à peça. 

O espetáculo, que passou pelo crivo de um edital, foi selecionado por um modelo já consolidado de comissões de seleção da programação de espetáculo, que não passa por censura ou posição pessoal do governador. Tal atitude coloca em cheque a legitimidade das comissões de seleção dos editais do governo estadual e a necessidade da existência de tais comissões, pelo flagrante ato de autoritarismo. 
O século vinte e um tem sido marcado por uma série de conquistas do segmento populacional LGBT, nas políticas públicas e na compreensão do papel do estado, em especial da cultura, na desconstrução de concepções LGBT fóbicas, no combate a violência contra essa população, e na promoção de direitos. Em um país campeão mundial em assassinato na população trans e no estado que ocupa a 6ª colocação em assassinatos da população trans, a atitude do governo de Pernambuco, contribui para a disseminação da discriminação, busca invisibilizar o segmento e se alinha a governos autoritários, preconceituosos que cerceiam a liberdade artística e de opinião como é o caso.

O governo sai na contramão dos avanços sociais conquistados pelo segmento, não reconhece suas pautas e não favorece o legítimo e necessário debate com a sociedade em geral. Isso tudo contribui para o avanço das forças retrógadas, que se apoiam na censura e na intolerância ao que é diverso, tentando enquadrar a arte num cercadinho confortável as suas aspirações medíocres e medievais.

Nós, que compomos a SECULT PT/PE, nos posicionamos contrário à qualquer tipo de censura, pois primamos pela valorização da diversidade e por uma política cultural inclusiva, afirmativa que promova os direitos de populações vulnerabilizadas.
Não à censura!
Liberdade à arte e aos artistas!!
 
Recife (PE),02/07/2018
SECULT PT/PE


Truculência, Racismo e Agressão da Guarda Municipal da Prefeitura do Recife

Truculência, Racismo e Agressão da Guarda Municipal da Prefeitura do Recife

Truculência,Racismo e Agressão da Guarda Municipal da Prefeitura do Recife durante escuta do Plano (Ditador) Diretor do Recife na RPA 4, realizada na Escola Municipal Darcy Ribeiro, numa atitude preconceituosa e racista membros da guarda municipal num nítido caso de descriminação racial e social, resolveram fazer uma revista seletiva de apenas uma das 150 pessoas que foram para plenária, um homem negro, que estava usando a camisa do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Comércio Informal, eles impediram a entrada do participante negro e resolveu que ele só entrava se a sacola plástica do participante fosse revistada, a guarda municipal fez um cordão humano proibindo a entrada da população no evento. Durante a truculência, a guarda partiu para agressões físicas e empurrões contra as pessoas que estavam no local, inclusive contra uma advogada que estava acompanhando a situação, a guarda usou alem dos cassetetes usou até pistola taser. 

#PlanoDitadorDoRecife 


A POLÍTICA QUE LEVA AO DESCRÉDITO

A POLÍTICA QUE LEVA AO DESCRÉDITO

A forma vergonhosa que aluns utilizam para fazer política, onde se acham no direito de atacar seus adversários com mentiras e acusações sem provas, a exemplo que vem ocorrendo com o Ex-Presidente Lula, e com outras lideranças políticas neste Brasil a fora, está levando a uma descrença total dos brasileiros na política e nos políticos.

Mas é necessário identificar os verdadeiros corruptos para não concluir que todos os políticos calçam quarenta, pois tem sim pessoas honestas na politica, pois existem aqueles que utiliza a politica para lutar por uma sociedade mais justa, mais humanista, mais igualitária, onde as riquezas da nação sejam direcionadas a maioria da população que também tem direito a distribuição da renda do País.

Portante devemos identificar quem são os privilegiados, aqueles que mandam nos poderes, e quando estão com o poder polítrico em suas mãos utilizam a todo custo para os seus próprios benefícios, como se o poder publico fosse de suas propriedades particulares.

Por estas e utras razões, nas próximas eleições, não devemos dá trégua a todos aqueles que vendo a nossa fragilidade, negaram os nossos direitos, e principalmente aqueles que foram votados pela maioria dos nossos amigos, dos nossos familiares e conhecidos, pois são pessoas carentes que acreditaram em tamanhas promessas de que faram bons projetos para a nação.

Devemos portanto, seguir a orientação do maior líder da política brasileira, Luiz Inácio Lula da Silva, porquê este quando nasceu, não sabia do tamanho da sua missão, mas nasceu com tão importante missão, e quando inicio-a, não sabia o quanto era árdua, e quando descobriu o ardor, não baixou a cabeça para seus opressores e perseguidores, pois sabe a sua missão foi dada por DEUS, e por isso, não pode dela, abrir mão.

Francisco Brígido Sousa


Compesa intensifica combate ao furto de água em Petrolina

Compesa intensifica combate ao furto de água em Petrolina

Apenas uma das ligações clandestinas identificadas  gerou um prejuízo de R$ 30 mil

 

 

Mais de 400 ligações de água clandestinas foram identificadas e desativadas em Petrolina, no Sertão do Estado, depois que a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) intensificou a ação de combate ao furto de água nos bairros da cidade, nos últimos seis meses. Uma das irregularidades que mais chamou a atenção da Compesa foi encontrada numa residência localizada na Rua Tomé Cavalcanti, em Areia Branca, bairro de classe média no Centro de Petrolina. A equipe da companhia chegou ao endereço após um estudo do consumo de vários imóveis da cidade. “Levantamos que, após dezembro de 2014, o consumo médio desse imóvel caiu de 45 metros cúbicos de água para 16 metros cúbicos de água, por isso resolvemos ir até o local para investigar”, informou o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, João Raphael de Queiroz.

 

A companhia calcula que, durante três anos e meio de fraude, o prejuízo financeiro apenas com a ligação clandestina que existia nesse imóvel foi de R$ 30 mil reais. “Fizemos a estimativa de uma perda de 1.220 metros cúbicos de água, volume que daria para abastecer, por exemplo, cerca de 120 casas, em um mês”, acrescenta o gerente. A ligação clandestina foi encontrada na calçada da residência – com aproximadamente 600 metros quadrados de área construída - onde existia o desvio de água por uma tubulação que não passava pelo hidrômetro. A proprietária do imóvel foi comunicada da fiscalização e da irregularidade encontrada.

 

A Compesa registrou um Boletim de Ocorrência na delegacia do município e será aplicada uma multa ao proprietário sobre o consumo não contabilizado em todo o período de irregularidade. O caso será encaminhado à Justiça. A ação de combate à ligação clandestina realizada pela Compesa identifica cerca de dez irregularidades, por dia, em Petrolina.


MANOEL LOPES  PRESENTE!

MANOEL LOPES PRESENTE!

MANOEL LOPES 
PRESENTE! 

“ Mané, verás Que Um companheirx Teu Não Foge À Luta!” 

 
O velório de Manoel Lopes está sendo no Museu do Mamulengo (Glória de Goitá) e o sepultamento será amanhã 26.07.2018 as 10h no Cemitério de Glória de Goitá
#ManoelLopesPresente

Prejuízo com depredação e roubo de tampas da rede de esgoto na RMR chegam a R$ 3,2 milhões, ao ano

Prejuízo com depredação e roubo de tampas da rede de esgoto na RMR chegam a R$ 3,2 milhões, ao ano

Mesmo localizada quase que, totalmente, no espaço subterrâneo, a rede coletora de esgoto também é alvo de vandalismo. As partes aparentes da rede coletora, que são as tampas de poços de visita e das caixas de inspeção, instaladas nas ruas e calçadas – e por onde se faz as inspeções na rede e a manutenção do sistema de esgotamento sanitário – são constantemente depredadas ou roubadas. Por mês, são substituídas cerca de 500 tampas desses equipamentos na Região Metropolitana do Recife, um custo de quase R$ 270 mil, incluindo os gastos com a instalação e mão de obra. Se for considerado o período de um ano, esses custos chegam a R$ 3,2 milhões. Os números foram levantados pelo Programa Cidade Saneada, a Parceria Público Privada entre a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) e a BRK Ambiental, que faz a manutenção dos sistemas operados na RMR. Além dos prejuízos, esses equipamentos depredados representam um risco iminente de acidentes para pedestres e veículos.

 

Boa parte dessas ações de vandalismo foram registradas nas áreas mais afastadas dos centros urbanos, nos bairros periféricos e com menos circulação de pessoas. No entanto, os bairros ‘campeões’ das ações para troca de tampa de poços de visita e caixas de inspeção são Brasília Teimosa, Afogados e Santo Amaro, no Recife. “A substituição das tampas gera um custo significativo, que poderia ser revertido para a modernização e ampliação do sistema de esgotamento sanitário da RMR. Em alguns trechos ainda é necessária a pavimentação no entorno das tampas em decorrência do vandalismo”, informa a gerente operacional da Compesa, Noélia Lopes, pontuando que a responsabilidade pelo uso correto das redes, seja de água ou esgoto, também é da população, cabendo às concessionárias a manutenção preventiva e corretiva dos sistemas.

 

De acordo com a gerente, estão sendo realizadas ações para minimizar essas ocorrências, tendo em vista que os serviços de manutenção preventiva e corretiva seguem rigorosos critérios exigidos pela Compesa e são balizados por indicadores internos. “Para a questão do roubo, estamos substituindo as tampas depredadas por tampas de ferro fundido com uma trava antifurto, impedindo a abertura manual e indevida”, informa Noélia Lopes. Nesses casos, apenas a utilização de uma chave específica permite o destravamento da tampa.


Vice-prefeito Pedro Caldas recepciona Marília Arraes, pré-candidata ao Governo do Estado em Cabrobó

Vice-prefeito Pedro Caldas recepciona Marília Arraes, pré-candidata ao Governo do Estado em Cabrobó

Em visita a vários municípios sertanejos nesta última quinta-feira, dia 21 de junho, a pré-candidata a Governadora de Pernambuco pelo PT, Marília Arraes, foi recebida em Cabrobó pelo anfitrião, o também petista Pedro Caldas, vice-prefeito do município de Cabrobó e por várias lideranças políticas no Espaço Nilma Eventos. Entre as lideranças presentes, estavam os vereadores Nilson Gonçalves (SD), Suzana Freire (PSB), Duda Caldas (PTB), o presidente da Câmara de Vereadores, Ramsés Sobreira (MDB) e o suplente de vereador Edmilson Caldas (SD). Todos declararam apoio à pré-candidatura de Marília Arraes.
‘’Pernambuco quer mudar de verdade. E quer mudar com um projeto que representa o Presidente Lula... E Lula não está passando por tudo isso porque cometeu crime. Porque não tem provas contra Lula. Lula está passando por tudo isso porque ousou colocar o pobre pela primeira vez na agenda da Presidência da República...” afirmou Marília.
Na sua fala, o vice-prefeito Pedro Caldas chamou a atenção para o projeto de Marília pra Pernambuco que inclui todas as regiões do Estado, todos os municípios independente do tamanho, que na atual gestão estadual, o nosso município anda completamente esquecido.
‘’Então é isso minha gente, que a gente tem que observar na hora de pensar direitinho no nosso voto a partir de agora, a gente tem que enxergar quem está apresentando um verdadeiro projeto de inclusão do povo do sertão, do povo de Cabrobó, do povo humilde que quer tanto ser lembrado pelo governo do estado, não de dois em dois anos, mas a cada mês pelo menos, a cada dia e a cada hora para que nós possamos definitivamente, Marília, sermos lembrados, vistos e requisitados, como mão-de-obra, como ajudantes da construção desse estado rico, lindo, mas que não divide a sua riqueza com o interior do estado... ’’ pontuou Pedro Caldas.
O evento contou com a presença de aproximadamente uma centena de apoiadores à pré-candidatura da petista, desde lideranças de bairros e movimentos sociais, a empresários e o presidente do CDL local, bem como de Conselheira Tutelar e Secretário de Infraestrutura do Município. Logo após o evento, Marília Arraes concedeu entrevista a imprensa local e posou para fotos com os simpatizantes.


Frei Sérgio: “Lula afirmou que Marília Arraes é sua candidata em Pernambuco

Frei Sérgio: “Lula afirmou que Marília Arraes é sua candidata em Pernambuco"

Frei Sérgio Görgen, religioso que acompanha movimentos sociais do campo, visitou Lula na última segunda-feira 

 

 

Todas as segundas-feiras, o ex-presidente Lula recebe tem recebido visitas de religiosos que lhe ajudam a ter conforto espiritual, na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. Já participaram desta visita nomes como o monge beneditino Marcelo Barros e o teólogo Leonardo Boff.

Na última segunda (18) quem visitou Lula foi Frei Sérgio Görgen, da Ordem dos Frades Menores (Franciscanos), religioso que acompanha movimentos sociais do campo, integrante da coordenação nacional do Movimento de Pequenos Agricultores (MPA) e ex-deputado estadual pelo Partido dos Trabalhadores, no Rio Grande do Sul.

 Em entrevista ao Brasil de Fato Pernambuco ele contou que Lula está “mais do que firme em sua candidatura, diz que vai sair de lá, vencer as eleições e ajudar o povo recuperar sua dignidade, gerar emprego, recuperar a Petrobras, fazer reforma agrária.”. Também conta que o que mais lhe marcou na visita é a capacidade de resistência, o amor pelo povo e a disposição de lutar que Lula apresenta.

A política e as eleições em Pernambuco também permearam a conversa entre os dois, “Lula afirmou Marília Arraes sem pestanejar. É sua candidata em Pernambuco. Deu várias razões para isto”.

Edição: Monyse Ravenna, da Redação Brasil de Fato | PE


Compesa inicia testes do sistema implantado na segunda etapa do Olinda+Água

Compesa inicia testes do sistema implantado na segunda etapa do Olinda+Água

Pré-operação iniciou pelas ruas do bairro de Ouro Preto; até o final de junho se estenderá ao Bairro Novo, Jatobá, e parte de Jardim Fragoso e Bultrins

 

 

A rede de distribuição de água implantada na segunda etapa do projeto Olinda+Água começa a ser testada. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) iniciou esse trabalho pelas ruas de Ouro Preto (incluindo a zona rural), um dos bairros contemplados por essa fase da obra de melhoria do abastecimento da cidade de Olinda – a maior em andamento na Região Metropolitana do Recife. De Ouro Preto, os testes seguem para o Bairro Novo e, até o final deste mês, serão realizados também em Jatobá e parte dos bairros de Jardim Fragoso e Bultrins. Nesse período, de pré-operação, é possível que surjam situações pontuais de falta de água ou baixa pressão, que ao serem identificadas pelas equipes técnicas receberão de imediato ações corretivas para regularização do abastecimento. A Compesa disponibilizou um telefone exclusivo para receber solicitações via WhatsApp – (81) 99488.5119 - para os clientes dessas áreas informarem a ocorrência de falta de água em seu imóvel.

 

A operação plena do novo sistema implantado na segunda fase do Olinda+Água inicia na primeira semana de julho, levando benefícios ao fornecimento de água para cerca de 60 mil pessoas nesses bairros, como a melhoria das pressões e ampliação das horas de abastecimento no dia de calendário. A meta do Olinda+Água, estabelecida pelo governador Paulo Câmara, é melhorar gradativamente a prestação do serviço de abastecimento de água até que a população passe a ser atendida todos os dias, durante 24 horas. As últimas intervenções dessa fase da obra são executadas para o assentamento de rede na Rua Manoel Antônio Ferreira, no bairro de Ouro Preto, e para substituir 100 metros de uma tubulação de grande porte (500 milímetros de diâmetro) localizada na saída do Reservatório do Peludo, também em Ouro Preto.

 

Só na segunda etapa do projeto foram assentados mais de 24 quilômetros de tubulações, além da instalação de válvulas e macromedidores para melhoria da eficiência do controle operacional do sistema. “Uma parte fundamental dessa obra são as ações de setorização, que permitem modernizar e dividir a rede em setores distintos de abastecimento por meio de dispositivos de medição de vazão e pressão. Com esses investimentos, reduziremos as perdas e a frequência de vazamentos”, explica o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Reginaldo Lopes.

 

 A terceira fase de obras do Olinda+Água vai iniciar no mês de julho e abrange os bairros do Sítio Histórico da cidade: Monte, Guadalupe, Bonsucesso, Amaro Branco, Carmo, Varadouro, Santa Tereza e parte dos Bultrins. Nessa etapa, está prevista a implantação de mais 25 quilômetros de tubulações. O Governo Paulo Câmara e a Compesa investem R$ 134 milhões em todo o projeto, recursos viabilizados junto ao Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD). A obra beneficia mais da metade da população de Olinda, cerca de 250 mil pessoas.